Image
 IFTO promove Semana Virtual do Livro e das Bibliotecas

IFTO promove Semana Virtual do Livro e das Bibliotecas

Da Redação e Ascom IFTO

 

O Instituto Federal do Tocantins (IFTO) promoverá, nos dias 29 e 30 de outubro, a “Semana Virtual do Livro e das Bibliotecas do IFTO”. O evento envolve as unidades de Araguaína, Formoso do Araguaia, Gurupi e Paraíso do Tocantins e faz parte da comemoração da Semana Nacional do Livro e da Biblioteca. A programação será realizada no canal oficial do IFTO no YouTube, com transmissão ao vivo e tradução em Libras.

Diante do contexto de isolamento social, decorrente da pandemia do novo coronavírus, a programação inclui capacitações e programação cultural no formato on-line

Segundo os organizadores, o objetivo do evento é estreitar os laços entre a Biblioteca e os usuários neste momento de isolamento social, bem como promover a leitura, as expressões artísticas e culturais e a construção do conhecimento científico, reforçando a relevância dessas práticas no ambiente escolar. 

Programação com Lives no Youtube

Dia 29 de outubro

- 19h - Abertura: Sarau Musical
Contagie-se pela música com Pedro Ignácio Meneghetti Scheid


- 19h10 - Fontes Confiáveis de pesquisa na internet
Palestrante: Professora Naiane Vieira dos Reis. Doutora em Letras: ensino de língua e literatura, pelo programa de Pós-graduação em Letras, da Universidade Federal do Tocantins, campus de Araguaína. Faz pesquisa sobre leitura, ensino, formação de professores, memória, maternidade e gênero.

Dia 30 de outubro

- 19h - Abertura: Sarau Literário
Poesia com Kamilly Oliveira Fernandes
Poesia com Dominique Castro Pimentel


- 19h10 - Entenda as principais mudanças na Norma de Referências - ABNT
Palestrante: Francisco Welton. Especialista em Pesquisa Científica pela Universidade Estadual do Ceará. Graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Ceará. Ministrou aulas na disciplina: Metodologia da Pesquisa, com a temática: "Normalização de Trabalhos Acadêmicos"; nos cursos de especialização e nos mestrados acadêmicos da UECE.

Inscrições

Durante as lives, serão realizados sorteios de livros, bem como dois trials, individuais, da Minha Biblioteca, por seis meses. Somente concorrerão aos prêmios aqueles que efetuarem as inscrições neste endereço eletrônico . Os interessados poderão se inscrever até o dia 30 de outubro. Ao confirmar sua inscrição,  terão direito a emissão de certificados. 

Data comemorativa

A Semana Nacional do Livro e da Biblioteca foi instituída pelo Decreto n.º 84.631 de 09 de abril de 1980, com início em 23 de outubro e término em 29 do mesmo mês, sendo a última data consagrada ao Dia Nacional do Livro. Nessas datas é comemorada a transferência da Real Biblioteca Portuguesa para o Brasil e que posteriormente constituiria a Biblioteca Nacional.

A Semana Virtual do Livro e das Bibliotecas do IFTO tem como parceiros Minha Biblioteca e GEP Livraria. O evento encontra-se também dentro da programação da 6ª Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi – SICTEG

Fazem parte da equipe organizadora os seguintes bibliotecários: Adriana Machado Santos (Gurupi); Francisco Welton Silva Rios (Formoso do Araguaia); Michelle de Lima Mota (Gurupi); Rozângela Martins da Silva (Araguaína) e Ustana Ferraz Soares (Paraíso do Tocantins). 

Grupo Mobiliza Tocantins pede transparência para ADETUC no processo de pagamento do auxílio emergencial dos artistas

Grupo Mobiliza Tocantins pede transparência para ADETUC no processo de pagamento do auxílio emergencial dos artistas

A Classe Cultural do Tocantins tem enfrentado muitas dificuldades financeiras e anseia pelo auxilio emergencial, concedido pela da Lei Aldir Blanc.

A Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc) é o órgão responsável pelo repasse do auxílio da Lei Aldir Blanc.

Com o dinheiro em conta desde setembro, na manhã da última quinta-feira, a Adetuc anunciou para a impressa o repasse do 1º lote do Auxílio Emergencial aos artistas tocantinenses.

Porém, a lista dos contemplados sequer foi divulgada.

Por isso, grupos de artistas movimentam uma manifestação nas redes sociais, com uma solicitação da lista de artistas já cadastrados, a lista de habilitados e a lista de pagamentos com sua devida publicação no Diário Oficial do Estado.

É direito da classe ter transparência nesse processo para que não haja falhas e todos sejam contemplados sem prejuízo.

A Lei Federal 14.017/2020, chamada de Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, é uma lei federal que prevê apoio emergencial ao setor cultural diante do estado de calamidade pública decretado pela União em função da pandemia da Covid-19.

Clube de Leitura do Sesc irá debater sobre o livro “Me chame pelo seu nome”

Clube de Leitura do Sesc irá debater sobre o livro “Me chame pelo seu nome”

Da Redação e Ascom Sesc

 

No mês de outubro o Clube de Leitura do Sesc escolheu para debater o livro “Me chame pelo seu nome”, de André Aciman. O encontro será realizado mais uma vez de forma on-line e a participação é gratuita. O Clube de Leitura acontece às 19h no dia 29 de outubro pela plataforma Google Meet. Ação realizada pelo Sesc Tocantins, por meio da Biblioteca e da Promotoria Cultural em Literatura do Centro de Atividades da 502 Norte, tem como objetivo promover o livro e incentivar a leitura. Informações pelo telefone (63) 3212-9940 ou pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..
 
Me chame pelo seu nome – resumo
A casa onde Elio passa os verões é um verdadeiro paraíso na costa italiana, parada certa de amigos, vizinhos, artistas e intelectuais de todos os lugares. Filho de um importante professor universitário, o jovem está bastante acostumado à rotina de, a cada verão, hospedar por seis semanas na villa da família um novo escritor que, em troca da boa acolhida, ajuda seu pai com correspondências e papeladas. Uma cobiçada residência literária que já atraiu muitos nomes, mas nenhum deles como Oliver. Elio imediatamente, e sem perceber, se encanta pelo americano de vinte e quatro anos, espontâneo e atraente, que aproveita a temporada para trabalhar em seu manuscrito sobre Heráclito e, sobretudo, desfrutar do verão mediterrâneo. Da antipatia impaciente que parece atravessar o convívio inicial dos dois surge uma paixão que só aumenta à medida que o instável e desconhecido terreno que os separa vai sendo vencido. Uma experiência inesquecível, que os marcará para o resto da vida. Com rara sensibilidade, André Aciman constrói uma viva e sincera elegia à paixão, em um romance no qual se reconhecem as mais delicadas e brutais emoções da juventude. Uma narrativa magnética, inquieta e profundamente tocante. O livro inspirou o filme dirigido por Luca Guadagnino, aclamado nos festivais de Berlim, Toronto, do Rio, no Sundance e um dos principais candidatos ao Oscar de 2018.
 
Sobre o autor
André Aciman nasceu em Alexandria, no Egito, em 2 de janeiro de 1951. De família sefardita, ou seja, judeus da península ibérica, cresceu em um ambiente poliglota, com os membros da família falando italiano, grego, ladino e árabe. Por conta da origem da sua família, Aciman não é considerado egípcio, embora tenha nascido no país. Viveu na Itália antes de se mudar para os Estados Unidos nos anos sessenta. Graduou-se em Literatura Comparada na Lehman College e obteve os títulos de Doutor e Mestre pela Universidade de Harvard. Publicou seu primeiro livro, Out of Egypt, em 1995, e o título mais recente, Enigma Variations: A Novel, em 2017. Sua obra mais conhecida é o livro Me Chame Pelo Seu Nome, de 2007, que ganhou uma aclamada adaptação para os cinemas. Como acadêmico, dá aulas da Universidade de Nova Iorque e realiza pesquisas sobre Marcel Proust. Com informações do site:
https://www.estantevirtual.com.br/livros/Andr%C3%A9%20Aciman?busca_es=1
 
 
 
Livros em discussão em novembro
Caixa-preta – o Relato de Três Desastres Aéreos Brasileiros (Ivan Santanna).
 
Vale lembrar que o encontro virtual acontece sempre às últimas quintas-feiras de cada mês.
 
Clube de Leitura do Sesc
Uma realização da Biblioteca e da Promotoria Cultural em Literatura do Sesc Tocantins, o Clube de Leitura do Sesc tem como objetivo incentivar o hábito da leitura e promover o debate sobre obras literárias brasileiras e estrangeiras importantes. Suas edições acontecem sempre na última quinta-feira de cada mês, às 18h30, sendo, antes da pandemia, na Biblioteca do Centro de Atividades Sesc Palmas (502 Norte), sempre com entrada gratuita. Agora, via internet. Para participar, basta acessar o link no dia do evento com anotações e apontamentos sobre o livro do mês.
 
Biblioteca C.A. Palmas
Com um acervo bibliográfico com cerca de 14 mil exemplares, disponibilizando livros dos mais diversos gêneros, a Biblioteca do Centro de Atividades Sesc Palmas (502 Norte), dispõe de livros com títulos das diversas áreas do conhecimento, revistas, jornais e DVD's, além de um acervo dedicado à cultura regional. Possui ainda uma biblioteca infantil que atende crianças de 05 a 12 anos. Além do acervo físico, os usuários dispõem de acesso à internet em computadores da Biblioteca ou através da rede Wi-fi e mesas para estudos coletivos e individuais, por meio de baia com computadores com acesso à internet para consulta e pesquisa literária. Em tempos normais, funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h30 e, aos sábados, das 9h às 12h50. Por enquanto, está atendendo no sistema Drive-Thru.
 
Seguindo a política do Sesc Nacional quanto ao incentivo da Cultura em suas diversas formas, o Sesc Tocantins acredita que a leitura e o livro são ferramentas essenciais dessa política. Assim, além dessa ação cultural, oferece uma rede de bibliotecas nas principais cidades do Estado, e a unidade móvel BiblioSesc, que espalha a leitura pelos bairros de Palmas.
 
Sobre o Sesc
O Serviço Social do Comércio (Sesc) é uma entidade privada sem fins lucrativos administrada pela Fecomércio Tocantins, que é ligada a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Por meio do acesso à cultura, educação, saúde, esporte, lazer e assistência, são oferecidos serviços e ações que melhoram a qualidade de vida dos brasileiros através de suas mais de 580 unidades por todo o país.
 
Serviço
Cultura – Sesc em Palmas
Ação: Realização de mais uma edição do Clube de Leitura do Sesc (on-line)
Obra em discussão: Me chame pelo seu nome, de André Aciman
Horário: 19h
Data: 29 de outubro
Local: plataforma Google Meet (link a ser disponibilizado no dia do evento)
Participação: gratuita
 
Informações: (63) 3212-9940 ou pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..
 

Boa notícia para a Cultura: Primeiro lote do auxílio emergencial da Lei Aldir Blanc será pago nesta quinta-feira,22

Boa notícia para a Cultura: Primeiro lote do auxílio emergencial da Lei Aldir Blanc será pago nesta quinta-feira,22

 

Da Redação e Ascom Adetuc

 

Para receber o benefício, o artista precisa se cadastrar no Mapa Cultural do Tocantins.

 

Os artistas tocantinenses que se inscreveram até 15 de outubro e tiveram seus cadastros aprovados recebem nesta quinta, 22, o auxílio emergencial da Lei Aldir Blanc. As cinco parcelas, no valor de R$ 600,00 cada, serão pagas por meio de depósito único, totalizando o valor de R$ 3 mil.

Para dar celeridade ao processo e beneficiar o maior número possível de pessoas, os pagamentos foram divididos em seis lotes mensais, sendo que a solicitação deve ser feita até 30 de novembro, por meio www.mapa.cultura.to.gov.br.

A Superintendência de Cultura está respondendo as dúvidas pelo telefone (63) 3218-1370 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Atendimento presencial na sede da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), na Praça dos Girassois, em Palmas, pode ser agendado pelos mesmos contatos.

A superintendente de Cultura, Lorena Ribeiro, alerta os artistas a não perderem o prazo de cadastramento. “O Governo do Estado poderá remanejar o recurso durante a execução dos incisos I e III, do art. 2º da Lei 14.017/2020, de acordo com a demanda”, explica ela. Os itens são relativos ao pagamento do auxílio e lançamento de editais e similares.

Quem pode receber

O auxílio emergencial é destinado a artistas “pessoa física”, sem emprego formal. O interessado deve comprovar atuação no setor cultural nos últimos dois anos.

O benefício pode ser pago para até duas pessoas de uma mesma família. Mães solteiras recebem o dobro do valor.

Vale lembrar que a renda familiar mensal per capita não pode ultrapassar meio salário mínimo (R$ 522,50) e a renda familiar mensal total três salários mínimos (R$ 3.135).

O pagamento é permitido aos beneficiados pelo Bolsa Família.

 

Não pode receber

O pagamento do auxílio é vedado àqueles que estejam em um emprego ativo, já têm benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou estejam cadastradas no auxílio emergencial geral.

Quem teve rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 no ano de 2018, ou não conseguir comprovar sua atuação no setor cultural terão a solicitação negada.

 

Videoclipes, memória e patrimônio são as atrações no dia 28 no Sesc Cultura ON

Videoclipes, memória e patrimônio são as atrações no dia 28 no Sesc Cultura ON

o dia 28 de outubro o projeto Sesc Cultura ON vai apresentar às 16h os videoclipes “Florzinha” de Juraildes da Cruz e Braguinha Barroso, com o Projeto Vereda (Diego Brito) e o videoclipe “Modos”, de Guido Jargões. Já às 19h será mostrado o documentário sobre memória e patrimônio da cultura tocantinense, “Expedição TabokaGrande”, de Wertemberg Nunes. As apresentações serão realizadas na página oficial do Sesc Tocantins no Youtube www.youtube.com/sescto. Informações pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone (63) 3212-9954.
 
Continuando a programação do Sesc Cultura ON, dia 28 de outubro serão realizadas duas apresentações. A primeira será a mostra de dois videoclipes. Florzinha dos cancioneiros tocantinenses Juraildes da Cruz e Braguinha Barroso em parceria com o projeto Vereda. O trabalho surge como um projeto de educação musical através da cultura popular, do resgate de instrumentos tradicionais, cantigas e danças que fazem parte do imaginário do sertanejo tocantinense. A duração do vídeo é de cinco minutos.
 
O videoclipe Modos, trata-se de um projeto musical experimental rebuscando-se no rock com pitadas de diferentes estilos de música brasileira. A música em questão trata da reflexão sobre o uso da moda ou o pensamento coletivo de uma sociedade.  Em todos esses anos de música, Guido Jargões passou por várias bandas da capital do Tocantins, principalmente como guitarrista. O nome Jargões vem de uma das primeiras bandas (Os Jargões) como forma de manter viva as composições de adolescente. A duração é de quatro minutos.
 
O trabalho “Expedição TabokaGrande” revela as atrações e a musicalidade, do capoeboicongo à rabeca de buriti, elos de ligação da música e suas raízes históricas com os atrativos naturais de dez localidades que ligam Palmas ao jalapão, registradas no DVD Aldeias do Jalapão do Edital do Programa Amazônia Cultural, da Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura, em parceria com o Fórum de Gestores de Cultura da Região Norte. É uma ótima opção para conhecer o sagrado, os ritmos, curiosidades e a história, verdadeiros tesouros destes atrativos culturais como as Aldeias do Jalapão. Um pouco dos processos de confecção artesanais de tambores, das rabecas de buriti, danças e artesanatos dos quilombos com o capim dourado. A duração do documentário é de 82 minutos.
 
As apresentações dos videoclipes Florzinha e Modos (16h) e o documentário Expedição TabokaGrande (19h) vai acontecer no dia 28 de outubro. O Sesc Cultura ON é apresentado na página oficial do Sesc Tocantins no Youtube -  www.youtube.com/sescto. Informações pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone (63) 3212-9954.
 
Sesc Cultura ON
O projeto surgiu em virtude da pandemia do novo coronavírus, a COVID 19. O Sesc acredita que a manutenção das atividades culturais contribui para o bem-estar social e para a qualidade de vida dos trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo, de seus dependentes e comunidade em geral.
 
A ação é destinada a artistas residentes no estado do Tocantins, que desenvolvem trabalhos nas linguagens de Artes Cênicas (teatro, circo e dança), Artes Visuais, Literatura, Música, Audiovisual, Arte Educação, Patrimônio Cultural e de forma transversal para profissionais ligados as áreas técnicas e economia criativa. Foram selecionadas propostas de criação, fruição e formação, a ser apresentadas de forma virtual nos canais oficiais do Sesc. Todos os projetos serão disponibilizados ao público de forma virtual, podendo estes ainda serem apresentados em programações presenciais pós pandemia.
 
Sobre o Sesc
O Serviço Social do Comércio (Sesc) é uma entidade privada sem fins lucrativos administrada pela Fecomércio Tocantins, que é ligada a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Por meio do acesso à cultura, educação, saúde, esporte, lazer e assistência, são oferecidos serviços e ações que melhoram a qualidade de vida dos brasileiros através de suas mais de 580 unidades por todo o país.
 
Serviço
Cultura – Sesc no Tocantins
Ação: Sesc Cultura ON
Videoclipe: Florzinha
Data: 28/10
Hora: 16h
Local: www.youtube.com/sescto
 
Videoclipe: Modos
Data: 28/10
Hora: 16h
Local: www.youtube.com/sescto
 
Documentário: Expedição TabokaGrande
Data: 28/10
Horário: 19h
Local: www.youtube.com/sescto  
Informações: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. | (63) 3212-9954

Sesc Cultura ON continua no dia 21 com apresentação circense

Sesc Cultura ON continua no dia 21 com apresentação circense

Da Redação e Ascom Sesc

 

O projeto Sesc Cultura ON continua a programação no mês de outubro. Após a abertura com uma oficina de dança, agora será a vez da atração circense “Caixa de Brinquedo” com o Circo Kikintura. A apresentação será realizada no dia 21 de outubro, às 16h,na página oficial do Sesc Tocantins no Youtube www.youtube.com/sescto. Informações pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone (63) 3212-9954.
 
O Sesc Cultura ON segue a programação de atrações com a apresentação circense Caixa de Brinquedo. É um espetáculo circense com show de malabarismos, mágicas, palhaçaria, história e músicas autorais da dupla Kikintura e Atrapalhaça. A apresentação é lúdica e dinâmica com o intuito de trazer entretenimento e desafiar o público para o mundo da imaginação. A duração do espetáculo é de 26 minutos.
 
A apresentação circense Caixa de Brinquedo vai acontecer no dia 21 de outubro, às 16h. O Sesc Cultura ON é apresentado na página oficial do Sesc Tocantins no Youtube -  www.youtube.com/sescto. Informações pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone (63) 3212-9954.
 
Circo Kikintura
Circo kikintura foi idealizado com o intuito de levar arte, educação e cultura de forma lúdica e de uma abordagem diferente para lidar com o entretenimento, trazendo elementos e criações próprias. O público interage de inúmeras formas, imergindo de fato, na experiência com o mundo do Circo. Apresentamos músicas autorais e histórias, onde adultos e crianças podem entrar em um mundo mágico, onde a diversão não tem fim.
 
O Circo Kikintura foi fundado no ano de 2012 pelos artistas Emanuel Eduardo Martins Cardoso dos Santos (palhaço Kikintura) e Elaine Karine Schiessl (Atrapalhaça). O termo “Kikintura” faz uma analogia ao calor tocantinense, com a expressão "que quentura".
 
Sesc Cultura ON
O projeto surgiu em virtude da pandemia do novo coronavírus, a COVID 19. O Sesc acredita que a manutenção das atividades culturais contribui para o bem-estar social e para a qualidade de vida dos trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo, de seus dependentes e comunidade em geral.
 
A ação é destinada a artistas residentes no estado do Tocantins, que desenvolvem trabalhos nas linguagens de Artes Cênicas (teatro, circo e dança), Artes Visuais, Literatura, Música, Audiovisual, Arte Educação, Patrimônio Cultural e de forma transversal para profissionais ligados as áreas técnicas e economia criativa. Foram selecionadas propostas de criação, fruição e formação, a ser apresentadas de forma virtual nos canais oficiais do Sesc. Todos os projetos serão disponibilizados ao público de forma virtual, podendo estes ainda serem apresentados em programações presenciais pós pandemia.
 
Sobre o Sesc
O Serviço Social do Comércio (Sesc) é uma entidade privada sem fins lucrativos administrada pela Fecomércio Tocantins, que é ligada a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Por meio do acesso à cultura, educação, saúde, esporte, lazer e assistência, são oferecidos serviços e ações que melhoram a qualidade de vida dos brasileiros através de suas mais de 580 unidades por todo o país.
 
Serviço
Cultura – Sesc no Tocantins
Ação: Sesc Cultura ON
Apresentação: Caixa de Brinquedo
Data: 21/10
Horário: 16h
Local: www.youtube.com/sescto  
Informações: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. | (63) 3212-9954

Fundação Cultural de Palmas lança edital para premiação de projetos artísticos via recursos da Lei Aldir Blanc

Fundação Cultural de Palmas lança edital para premiação de projetos artísticos via recursos da Lei Aldir Blanc

Da Redação e Secom Palmas
 
 
Serão premiados projetos já reconhecidos e novas iniciativas que fomentem a cadeia produtiva cultural em Palmas
 
 

Com recursos na ordem de R$ 630.369,60, oriundos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, a Prefeitura de Palmas, por meio da Fundação Cultural de Palmas (FCP), lançou o Edital nº 018/2020, Palmas Aldir Blanc de Reconhecimento e Fomento à Arte e a Cultura, que premiará  projetos que fomentem a cadeia produtiva cultural em Palmas. As inscrições deverão ser realizadas por meio de propostas enviadas à Fundação Cultural Palmas, até dia 16 de novembro. Os formulários de inscrição podem ser encontrados neste link.

 

O Edital irá premiar 47 iniciativas artísticas e culturais divididas em dois eixos: Prêmio de Reconhecimento Artístico e Cultural e Prêmio de fomento à Cadeia Produtiva da Arte e da Cultura. O objetivo é diminuir as perdas em decorrência do estado de calamidade pública em razão da pandemia por Covid 19.

 

No eixo  Prêmio de Reconhecimento Artístico e Cultural  serão premiadas 15 iniciativas de projetos culturais de notoriedade e reconhecimento artístico-cultural e  no eixo Prêmio de Fomento à Cadeia Produtiva da Arte e da Cultura  32 projetos com conteúdos artísticos e culturais diversos, que possam ser transmitidos preferencialmente pela internet, por meio de redes sociais, ou outras plataformas digitais, e de forma presencial obedecendo os protocolos de proteção e prevenção ao novo coronavírus.

 

O Edital atende o Decreto 1951, de 02/10/2020, que regulamenta a aplicação dos recursos destinados à Prefeitura de Palmas através da Lei nº 14.017, de 29 de junho de 2020, Lei Aldir Blanc. A Lei dispõe sobre ações emergenciais destinadas ao setor cultural em razão do estado de Calamidade Pública por Covid-19.

 

Quem pode participar

 

- Pessoa física, maior de 18 anos, residente e domiciliada em Palmas, representante legal de espaço artístico ou cultural ou coletivo cultural, desde que indicado pelos integrantes em ata e com firma reconhecida em cartório. Também é necessário comprovar atuação por pelo menos um ano em Palmas;

- Pessoa física, profissional da arte e da cultura, que resida há mais de um ano em Palmas, e tenha histórico e currículo de trabalho há mais de um ano em uma das linguagens da cadeia produtiva da arte e da cultura;

- Pessoa Jurídica de direito privado, com ou sem fins lucrativos, cuja finalidade estatutária contemple a arte e a cultura, devidamente registrada em Palmas.

 

Prazos

 

- Publicação do Edital 23/10/2020

- Período de inscrição 23/10 a 16/11/2020

- Habilitação e divulgação do resultado preliminar 17 /11 a 23/11/2020

- Interposição de recursos ao resultado preliminar de Habilitação 24 e 27/11/2020

- Análise dos recursos, homologação e publicação do resultado final 25 a 30/11/2020

- Divulgação da etapa de seleção 08/12/2020

- Premiações previstas para 30/12/2020

 

Crédito da Foto acima: Júnior Suzuki/Prefeitura de Palmas

 

Sesc Cultura ON abre inscrições para curso para criação de personagem teatral

Sesc Cultura ON abre inscrições para curso para criação de personagem teatral

Além de apresentação o projeto Sesc Cultura ON também realiza cursos e o próximo que está com matrículas abertas é para a oficina "Do Start ao End Game: Criação de personagem teatral a partir de Jogos Eletrônicos", com Cleomar Vieira da Silva (Gurupi). As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo endereço http://bit.ly/oficinagameculturaon  até o preenchimento das vagas (20). As inscrições são gratuitas. Vale lembrar que a idade mínima para participar é de 09 anos. Informações pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone (63) 3212-9954.
 
O Sesc Cultura ON apresenta mais uma oficina. "Do Start ao End Game: Criação de personagem teatral a partir de Jogos Eletrônicos" tem como público alvo, crianças, a partir de 9 anos, adolescentes, jovens e adultos, e será realizada entre os dias 9 e 12 de novembro das 18h às 19h30. A duração do curso será de seis horas.
 
A oficina, Do Start ao End Game: Criação de personagem teatral a partir de Jogos Eletrônicos, trás uma metodologia inovadora que visa a criação de personagens teatrais a partir de jogos eletrônicos online e/ou offline. A oficina é destinada ao público de adolescentes, jovens e adultos que fazem uso dos jogos no seu dia a dia. A escolha do jogo é livre, e o participante através da divisão do jogo, será conduzido a criar os seus próprios personagens a partir da técnica Adler, que é baseada na imaginação e criação de circunstâncias para o ator-jogador.
 
Cleomar Vieira da Silva
É especialista em Arte-Educação Intermidiática Digital, pela Escola de Música e Artes Cênicas ofertado na Universidade Federal do Goiás (EMAC/UFG). Graduado em Licenciatura em Artes Cênicas pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins-Campus Gurupi.
 
As inscrições para participar da oficina vão até preencher as vagas (20) e podem ser feitas pelo endereço http://bit.ly/oficinagameculturaon. A idade mínima exigida é de 9 anos. Vale lembrar que a inscrição é gratuita. A oficina será totalmente online. Informações pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone (63) 3212-9954.
 
Sesc Cultura ON
O projeto surgiu em virtude da pandemia do novo coronavírus, a COVID 19. O Sesc acredita que a manutenção das atividades culturais contribui para o bem-estar social e para a qualidade de vida dos trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo, de seus dependentes e comunidade em geral.
 
A ação é destinada a artistas residentes no estado do Tocantins, que desenvolvem trabalhos nas linguagens de Artes Cênicas (teatro, circo e dança), Artes Visuais, Literatura, Música, Audiovisual, Arte Educação, Patrimônio Cultural e de forma transversal para profissionais ligados as áreas técnicas e economia criativa. Foram selecionadas propostas de criação, fruição e formação, a ser apresentadas de forma virtual nos canais oficiais do Sesc. Todos os projetos serão disponibilizados ao público de forma virtual, podendo estes ainda serem apresentados em programações presenciais pós pandemia.
 
Sobre o Sesc
O Serviço Social do Comércio (Sesc) é uma entidade privada sem fins lucrativos administrada pela Fecomércio Tocantins, que é ligada a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Por meio do acesso à cultura, educação, saúde, esporte, lazer e assistência, são oferecidos serviços e ações que melhoram a qualidade de vida dos brasileiros através de suas mais de 580 unidades por todo o país.
 
Serviço
Cultura – Sesc no Tocantins
Ação: Inscrição para a oficina "Do Start ao End Game: Criação de personagem teatral a partir de Jogos Eletrônicos"
Inscrições: até o preenchimento das vagas
Link para inscrição: http://bit.ly/oficinagameculturaon     
Valor: Gratuito
Vagas: 20
Idade mínima: 9 anos
Informações: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. | (63) 3212-9954

 Lei Aldir Blanc: Fundação Cultural de Palmas lança Edital de Chamamento Público para credenciamento de espaços culturais e artísticos

Lei Aldir Blanc: Fundação Cultural de Palmas lança Edital de Chamamento Público para credenciamento de espaços culturais e artísticos

Da Redação e Secom Palmas
 
 
O credenciamento habilitará espaços culturais e artísticos para receber recursos provenientes da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc
 
 

Foi publicado no Diário Oficial do Município n° 2.601, de 23 de outubro, o Edital de Chamamento Público 017/2020 de credenciamento de espaços culturais e artísticos para receber recursos provenientes da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. O credenciamento pode ser realizado até o dia 16 de novembro, conforme as normas do edital disponíveis aqui.

 

O Edital atende ao Decreto Municipal nº 1.951, de 02 de outubro, que regulamenta a aplicação dos recursos destinados à Prefeitura de Palmas, por meio da Lei nº 14.017, de 29 de junho de 2020, Lei Aldir Blanc. A Lei dispõe sobre ações emergenciais destinadas ao setor cultural em razão do estado de calamidade pública por Covid-19. O recurso é de R$ 1.800.000,00, distribuído em três parcelas de R$ 3 mil ou de R$ 6 mil, conforme a modalidade de credenciamento do espaço cultural e artístico.

 

Em Palmas os recursos serão aplicados em duas modalidades: a primeira é subsídio mensal para manutenção de espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias que tiveram as suas atividades interrompidas por força das medidas de isolamento social (art. 2º, II, do Decreto Federal 10.464, de 2020).

 

Já a segunda se refere a editais, chamadas públicas, prêmios, aquisição de bens e serviços vinculados ao setor cultural e outros instrumentos destinados à manutenção de agentes, de espaços, de iniciativas, de cursos, de produções, de desenvolvimento de atividades de economia criativa e de economia solidária, de produções audiovisuais, de manifestações culturais, bem como à realização de atividades artísticas e culturais que possam ser transmitidas pela internet ou disponibilizadas por meio de redes sociais e outras plataformas digitais (art. 2º, III, do Decreto Federal 10.464, de 2020). 

 

Inscrições

 

As fichas de inscrição e os formulários do edital de credenciamento estão disponíveis aqui e devem ser protocolados, das 14h às 18h, de segunda a sexta-feira em um dos seguintes locais: 

- Sede administrativa da Fundação Cultural de Palmas, situada no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, Av. Teotônio Segurado, Área verde da Quadra 302 Sul, Plano Diretor Sul s/nº, Telefone para contato (63) 3212-7308; 

- Espaço Mais Cultura, situado na Quadra 1.304 Sul (ARSE 131), APM 25, 25 e 27, Rua 08. Telefone para contato (63) 3212-7315; 

- Estação Cidadania - Cultura, situada na Rua Av. dos Navegantes, nº17, setor Morada do Sol II, Taquaralto. Telefone para contato (63) 3212-7316; 

- Casa da Cultura Professora Maria dos Reis, situada na Praça Joaquim Maracaípe, em Taquaruçu. Telefone para contato (63) 3212-7313.

 

Credenciamento

 

Podem participar do credenciamento os espaços culturais e artísticos formais, ou não, que comprovem atuação de pelo menos um ano, e que tenham interrompido as atividades durante o estado de calamidade pública, reconhecida pelo Decreto Legislativo Nº 06 de 20 de março de 2020. O interessado também deve estar inscrito no Cadastro Cultural de Palmas - TO, ou em um dos seguintes cadastros:

- Sistema Municipal de Informações e Indicadores Culturais;               

- Cadastro Nacional de Pontos e Pontões de Cultura;

- Cadastro Estadual de Pontos e Pontões de Cultura;

- Sistema Nacional de Informações e Indicadores Culturais;

- Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (Sicab);

- Outros cadastros referentes a atividades culturais existentes na unidade da Federação, bem como projetos culturais apoiados nos termos da Lei Federal Nº 8.313, de 23 de dezembro de 1991, nos 24 meses imediatamente anteriores à data de publicação da Lei Aldir Blanc (Lei Federal Nº 14.017/20)

 

Todas as regras, normas e documentação estão disponíveis no edital.

 
Grupo de circo goiano se apresenta na cidade histórica de Porto Nacional neste sábado, 24

Grupo de circo goiano se apresenta na cidade histórica de Porto Nacional neste sábado, 24

 Da Redação e Ascom Coletivo Pandora

 

Uma das principais referências da cultura e história do Tocantins, a cidade de Porto Nacional será palco para os espetáculos “Pastrana” e “A visita de Chico”, produzidos pelo coletivo Pandora (GO). As apresentações ocorrerão de forma virtual pelo canal no YouTube Tambores do Tocantins (www.youtube.com/tamboresdotocantins), a partir das 20h.

Após a apresentação dos dois espetáculos ocorrerá uma Live com o tema “Mulheres Pretas e Indígenas”, com a participação de Fabíola Nansurê (atriz, dançarina e pesquisadora ), Mariana Gabriel (cineasta, jornalista e palhaça) e Narúbia Werreria (ambientalista, ativista indígena Iny da Ilha do Bananal). A roda de conversa contará com a mediação de Juliana Jardel (dançarina e doutoranda em Performances Culturais), com transmissão ao vivo pelo canal www.youtube.com/tamboresdotocantins.

Porto Nacional é a terceira cidade tocantinense a receber os espetáculos. A turnê também passou por municípios de Goiás e Mato Grosso do Sul. Palmas sediará a última apresentação em solo tocantinense, no dia 31 de outubro. Em razão da pandemia, o projeto, que seria de circulação presencial, acontecerá em 13 diferentes canais virtuais de exibição em cada uma das localidades, envolvendo para isso uma rede de produtoras e produtores culturais de cada localidade, além de organizações sociais e coletivos artísticos.

A recriação dos espetáculos para a circulação virtual contou com a correalização da Círculo Filmes, produtora audiovisual baseada no Tocantins, e da Cultivo Projetos e Soluções Criativas, com sede em Minas Gerais. As obras dialogam entre si por trazerem a figura da mulher em primeiro plano, discutindo mitos populares e feminilidade pelo lado de dentro.

“Fizemos isso como uma forma de resistência a este modo de subjetivação do feminino, apontando para o entendimento que ser mulher é também ser desajustada, engraçada, questionadora e política”, comentou Radarani, artista circense, palhaça e intérprete da Soldara, personagem protagonista em A Visita de Chico.

Pastrana
“Pastrana” é um espetáculo de lambe-lambe que se apropria da história da Monga - A Mulher Gorila, muito popular em feiras e circos Brasil afora, para sintetizar a história de Júlia Pastrana. Já “A Visita de Chico” remonta o imaginário da mulher moderna, que lida com a vida cotidiana e recebe a inesperada e apaixonante visita de Chico, quando tem que dar conta de um amor que é uma representação e da sociedade, que não aceita o corpo feminino como ele é.

A visita de Chico
“A visita de Chico” mescla circo com a história de Soldara, uma palhaça que se veste de homem para ganhar a vida como artista de circo. Ao final de cada apresentação, Soldara retorna à sua casa, emaranhada às exigências da profissão, do corpo e dos projetos de vida, contudo, com seus encantos e desajustes, segue com a pacata vida com imaginação. É quando conhece Chico e se apaixona, mas o tenro romance é acometido por uma circunstância indesejada, da qual Soldara se envergonha e foge. A trama é tecida pela aceitação, pelo desajuste e pelo ridículo enfrentamento da mulher, que precisa lidar com a natureza de seu corpo feminino em uma cultura e sociedade que não o enxergam bem.

Uma das vertentes do projeto é proporcionar o debate sobre a mulher e a produção artística, sobretudo na região centro-oeste e levando em consideração a discussão sobre as produções circenses e as produções femininas. “Esse projeto contribui para a consolidação da atuação feminina na cena goiana e agora também no cenário nacional, ampliando as discussões acerca da produção dos espetáculos circenses”, refletiu Izabela Nascente, atriz, intérprete da Pastrana e diretora de A visita de Chico.

Para Fernanda Pimenta, atriz e criadora da Palhaça Malagueta, a iniciativa favorece ações de fortalecimento e visibilidade, uma vez que coloca em destaque duas artistas goianas que retratam seu universo, seus conflitos e dificuldades impostas social e culturalmente e a necessidade de uma resistência em relação às exigências do corpo e da moral da mulher. “Há uma busca de articulação entre as mulheres artistas para que as mesmas possam se inserir no meio artístico – que seria dominado por homens – e acessar recursos para financiar seu trabalho. O financiamento de produtos culturais e as dificuldades que o envolvem são um grande desafio para muitas artistas, principalmente na produção artística circense”, destacou a atriz.

Apresentações no Tocantins
24/10 – Porto Nacional
31/10 – Palmas

Site - projetopandoras.com.br
Instagram - instagram.com/projetopandoras
Facebook - facebook.com/projetopandoras

(63) 984043078 – Assessoria de Imprensa Tocantins

Image

To em Foco foi criado com a missão de fomentar a produção e a disseminação de conhecimentos relacionados com a Cultura, Turismo e Natureza, objetivando a troca de informações, a reflexão e o debate, promovendo assim o desenvolvimento social. Protagonizado pela tocantinense Núbia Dourado o portal de notícias, visa promover projetos e ações culturais, valorizando a cultura regional e costumes tradicionais, como música, culinária, danças e romarias.
Nossos contatos:   (63) 991145171  [email protected]

Desenvolvido por Barco Digital

Publish the Menu module to "offcanvas" position. Here you can publish other modules as well.
Learn More.