Image
Plano de Cultura, Regimento Interno e editais da Lei Aldir Blanc são discutidos pelo CPC-TO

Plano de Cultura, Regimento Interno e editais da Lei Aldir Blanc são discutidos pelo CPC-TO

Da Redação e Ascom Adetuc

 

 

 Reunião ocorreu no Memorial Coluna Prestes, com participação virtual de parte dos conselheiros.

 

Em novo formato, presencial no Memorial Coluna Prestes, respeitando os protocolos de prevenção a Covid-19, e com participação virtual de parte dos membros, foi realizada nesta quarta, 17, reunião ordinária do Conselho de Política Cultural do Estado (CPC-TO). Na pauta, foram abordados o Regimento Interno da entidade, o Plano Estadual de Cultura, a distribuição orçamentária do Fundo de Cultura do Estado e questões relacionadas aos editais da Lei Aldir Blanc. O encontro contou com a participação do presidente Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Jairo Mariano.

 

O Projeto de Lei do Plano Estadual de Cultura já foi aprovado pela Conferência Estadual e está Casa Civil para os trâmites necessários para aprovação. Já o Fundo de Cultura, que deverá atender diversas atividades, entre elas lançamento de editais, logística, contratação de empresas para execução de obras de reforma e restauração e serviços de consultoria. Todas as despesas com o Fundo devem passar pelo Conselho, que é um órgão consultivo e deliberativo.

 

Presidente em exercício do Conselho e titular da Câmara Setorial de Dança, Meire Maria Monteiro ressaltou a importância das ações de recuperação do patrimônio histórico e de equipamentos culturais, mas pediu maior atenção às necessidades diretas dos artistas e elogiou postura do presidente Jairo Mariano, de abertura ao diálogo com a classe.

 

Quanto aos pedidos de alteração da Portaria 229, que trata da prestação de contas dos projetos aprovados por meio dos editais da Lei Aldir Blanc, o presidente da Adetuc lembrou que foi formado grupo de trabalho para sua revisão, respeitando as normas legais. “Proposta de um novo formato foi encaminhado para validação da Procuradoria Geral do Estado (PGE) e para a Corregedoria Geral do Estado (CGE). Acredito que as sugestões de flexibilização serão acatadas”, informou.

 

Quanto ao uso dos recursos remanescentes dos editais, na ordem de R$ 3,7 milhões, o gestor ressaltou que a Pasta ainda aguarda a posição da Secretaria Especial de Cultura/Ministério do Turismo.

 

“Acredito que temos um parceiro experimente para o fortalecimento da Cultura. Jairo Mariano tem experiência com gestão e participação em associações”, comemorou Marcelo Lopes, titular da Câmara de Patrimônio Imaterial, que aproveitou para defender ações para a sua setorial. Ele e Luara também trabalham no desenvolvimento de uma minuta do Regimento Interno, para apreciação e aprovação dos demais conselheiros.

 

“Sou solidário a toda classe cultural e à necessidade de recuperação do patrimônio tocantinense, vou fazer as devidas defesas junto ao governador Mauro Carlesse”, reafirmou Mariano, enfatizando que o Governador sempre foi sensível às demandas da classe.

 

Interessados em compor Câmaras Setoriais do Conselho Municipal de Políticas Culturais têm até dia 28 para se cadastrar

Interessados em compor Câmaras Setoriais do Conselho Municipal de Políticas Culturais têm até dia 28 para se cadastrar

Da Redação e Ascom FCP

 

Cadastro é permanente, porém o prazo tem a finalidade de habilitar representantes para concorrer nas eleições para representantes legais do Conselho no biênio 2021/2023

 

Artistas, agentes de cultura e representantes da sociedade civil organizada interessados em compor o Conselho Municipal de Políticas Culturais de Palmas (CMPC) têm até o dia 28 de fevereiro para realizar o cadastro para as Câmaras Setoriais da entidade. O cadastro é permanente, porém o prazo dado tem a finalidade de habilitar representantes para concorrer nas eleições para representantes legais do Conselho no biênio 2021/2023.

 

As Câmaras Setoriais do CMPC são de Designer e Moda, Teatro, Visuais, Audiovisual, Cultura Popular e Cultura Tradicional, Literatura, Livro e Leitura, Música, Dança e de Patrimônio Histórico.

 

O presidente do CMPC, Tales Monteiro, explica que o cadastro permanente busca uma participação mais ativa da sociedade nas discussões do Conselho. “A nova abertura de inscrições para as câmaras setoriais representa uma importante reforma no funcionamento do cadastro cultural do Conselho. Com essa mudança, a sociedade poderá participar mais ativamente das discussões nas câmaras setoriais, pois os cidadãos poderão se inscrever a qualquer hora”, analisou Monteiro.

 

De acordo com o presidente do CMPC o formato representa também “o início de um debate mais ampliado com a sociedade, pois câmaras setoriais nunca antes ocupadas (Cultura Afro-brasileira e Design e Moda) também receberão cadastros dos agentes culturais dispostos a discutir políticas culturais para esses setores”.

 

Inscrições

 

Para participar o interessado deve ter idade a partir de 16 anos e ser residente em Palmas. Os interessados deverão preencher formulário específico, disponível no endereço eletrônico www.palmas.to.gov.br/secretaria/cultural, na aba formulários e enviar para o e-mail cmpc.[email protected]gmail.com.

 Cantor Matheus Mancine apresentou Live "Minha História" e participa do próximo episódio da webserie De papo Com Núbia Dourado

Cantor Matheus Mancine apresentou Live "Minha História" e participa do próximo episódio da webserie De papo Com Núbia Dourado

O cantor Matheus Mancine realizou uma live na última sexta feira, 12 , o projeto contemplado pelo prêmio Palmas Aldir Blanc, Prefeitura de Palmas/Fundação Cultural de Palmas, com apoio do Governo Federal-Ministério de Turismo - Secretaria Especial da Cultura, Fundo Nacional de Cultura. Nessa live, intitulada “Minha História” ele contou e cantou um pouco de sua história, de suas composições e parcerias.
Com duração de pouco mais de uma hora o artista apresentou 13 canções que fazem parte de sua história musical.

Nesta quinta-feira 18, o artista irá participar da Webserie De Papo com Núbia Dourado, um projeto de fomento que é trasmitido através do canal do youtube da cantora Núbia Dourado e também pelo portal www.toemfoco.com.br . U projeto premiado através  do prêmio Palmas Aldir Blanc, Prefeitura de Palmas/Fundação Cultural de Palmas, com apoio do Governo Federal-Ministério de Turismo - Secretaria Especial da Cultura, Fundo Nacional de Cultura.

No bate papo Matheus fala sobre sua carreira musical e  de momentos marcantes na sua trajetória musical.

Fiquem ligados nesta quinta-feira Às 17h o público pode confeirir na integra esse bate papo .

Jairo Mariano novo presidente da Adetuc discute Lei Aldir Blanc com classe artística

Jairo Mariano novo presidente da Adetuc discute Lei Aldir Blanc com classe artística

 

Da Redaçao e Asom Adetuc

 

 

Durante reunião com representantes de instituições representativas da classe artística, na tarde desta quinta, 4, o presidente da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Jairo Mariano, deixou clara sua intenção de buscar entendimento com o setor. “Gostaria de tranquilizar a todos, pois a orientação do governador Mauro Carlesse é por um relacionamento amistoso, com a efetiva participação de todos nas decisões relacionadas a política cultural do Estado”, ressaltou o gestor.

Estiveram presentes ao encontro Meire Maria Monteiro, vice-presidente do Conselho de Políticas Culturais (CPC-TO); Kaká Nogueira, pela Federação Tocantinense de Artes Cênicas (Fetac); Bruno Barreto, pelo Sindicato dos Músicos e Ordem dos Músicos do Brasil; Eva Pereira, pela Associação Tocantinense de Cinema e Vídeo (ATCV); Francisco Costandrade, pela Associação dos Artistas Visuais do Tocantins (Avisto); Cláudio Maranhão, pela Federação de Quadrilhas Juninas do Estado do Tocantins (Fequajuto); Diego Brito, representando a Cultura Tradicional/Indígena; Luiz Pires, pela Academia Palmense de Letras (APL), e Renato Moura, artesão e membro do Conselho Nacional de Cultura.

Os artistas deram as boas-vindas ao novo gestor, defendendo o diálogo do Governo do Estado com a classe e a busca de soluções para questões relacionadas aos editais da Lei Aldir Blanc – pagamento de suplentes e prestação de contas –, destinação do Fundo Estadual de Cultura, recuperação de equipamentos públicos – reabertura da Biblioteca José Cardeal e da galeria de artes, além da construção de um teatro estadual –, valorização dos artesãos, renovação dos quadros do Conselho de Políticas Culturais do Estado (CPC-TO), e realização de um Festival de Cinema.

“Queremos a parceria dos artistas na elaboração de um plano de gestão cultural”, enfatizou Jairo Mariano, explicando, especificamente sobre os editais da Lei Aldir Blanc, que a Adetuc fará o máximo para atender as demandas, dentro do que for permitido pela legislação. Também solicitou a indicação de dois representantes para discutir uma possível simplificação da prestação de contas. Círero Belém e Kaká Nogueira serão os interlocutores.

“Queremos colaborar, inclusive trazendo propostas consistentes para o desenvolvimento da economia criativa do Estado”, pontuou Meire Maria.

Para Jairo Mariano, a reunião foi produtiva e abre perspectivas para novas parcerias e elaboração de projetos que congreguem o turismo, a cultura e a economia criativa.

Jairo Mariano garantiu abertura para colaborações por meio do Conselho de Políticas Culturais.

Com obras do cancioneiro popular para crianças, Jujubas inicia gravação do 1º álbum

Com obras do cancioneiro popular para crianças, Jujubas inicia gravação do 1º álbum

Por Cinthia Abreu

 

Corre, cotia, na casa da tia. Corre, cipó, na casa da vó. Lencinho na mão, caiu no chão. Moça bonita do meu coração. Posso jogar? Ninguém vai olhar?”. Brincadeiras de roda perpassam gerações com clássicos do cancioneiro popular como “Corre Cotia”. Essa e muitas outras cantigas voltadas para o público infantil vão compor o repertório do “1º álbum Jujubas”. As gravações tiveram início nesta semana com previsão de finalização até o mês de março.

 

A atriz Viviane Pereira explica que o projeto musical traz clássicos infantis do cancioneiro popular, de uso de domínio público, com arranjos musicais contemporâneos, como “Peixe Vivo”, “A Canoa Virou”, “Pai Francisco”, “A Barata”, “Os Sapos”, “Ciranda Ciradinha” e Sambalelê. “A gravação apresentará possibilidades sonoras associadas ao lúdico com brincadeiras cantadas e canções do vasto repertório infantil brasileiro rico em melodias e harmonias”, adianta a artista.

 

Todo o repertório é formatado com cantigas folclóricas e populares para instigar no público brincadeiras, danças e cantigas de roda. Proponente do projeto e também musicoterapeuta, Veridiana Barreto explica que as brincadeiras são de extrema importância para o desenvolvimento da criança. “Com musicalidade e presença de rimas fáceis de memorizar, essas cantigas do cancioneiro popular são muito utilizadas na educação infantil pois estimulam a imaginação, a atenção, coordenação motora, agilidade, a noção de espaço, além de promover o companheirismo e o senso de coletividade entre as crianças”, justifica.

 

A finalização do álbum está prevista para o mês de março e será distribuída no formato de mídia digital e também físico, disponibilizado nas plataformas digitais e gratuitamente por meio de um pen drive em formato lúdico aos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) e outras instituições públicas variadas. Com a distribuição às escolas, a Jujubas pretende oferecer aos professores e alunos a possibilidade de utilização da pesquisa por meio das  gravações como forma de aprendizado, atividades e integração.

 

Haverá também show de lançamento do projeto no Teatro Sesc Palmas, em data que ainda será definida conforme recomendações de decreto municipal em virtude da pandemia.

 

Patrocínio

A produção do álbum é da Cia Jujubas, com arranjos e produção de Luiz Arruda. O projeto “Gravação do 1º álbum Jujubas” foi contemplado pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura 2019, da Prefeitura Municipal de Palmas, via Fundo Municipal de Cultura da  Fundação Cultural de Palmas (FCP).

 

Ficha Técnica

Produção executiva: Jujubas

Arranjos e Produção Musical: Luiz Arruda

Vozes: Veridiana Barreto e Viviane Pereira

 

 Exposição ‘Reconstruções/Reverso’ de Ronaldo Cordeiro será aberta na Galeria Municipal de Artes nesta quarta, 03

Exposição ‘Reconstruções/Reverso’ de Ronaldo Cordeiro será aberta na Galeria Municipal de Artes nesta quarta, 03

Da Redação e Ascom FCP
 
Cordeiro apresenta as artes visuais em suas versões contemporânea e tradicional, das artes gráficas à aquarela; exposição foi contemplada pelo edital de uso da Galeria de 2020 e em razão da pandemia havia sido adiada

 

A exposição ‘Reconstruções/Reverso’, do artista visual Ronaldo Cordeiro, será aberta nesta quarta-feira, 03, na Galeria de Artes Municipal de Palmas, no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, com a apresentação ao público de elementos visuais digitais e analógicos. A exposição foi contemplada pelo edital de uso da Galeria de 2020 e em razão da pandemia havia sido adiada. Estarão expostos 21 quadros. 

 

Formado em artes visuais – designer gráfico, Ronaldo Cordeiro soma na exposição dois períodos de criação, pré e pós-pandemia da Covid-19. Criados em 2018, os quadros de ‘Reconstruções’ têm o digital como ferramenta, em que o artista recria suas próprias obras a partir da somatória de vários elementos do designer gráfico.

 

“Em ‘Reconstruções’ eu queria que o trabalho do designer gráfico, que é um trabalho considerado mais de artífice do que de artista pudesse aparecer como arte também. São criações do meu dia a dia que trago para o processo que começou analógico, pois vejo que o artista brasileiro pouco utiliza as ferramentas digitais”, afirma.

 

Já em ‘Reverso’, com obras criadas durante a pandemia, Cordeiro faz o caminho contrário e apresenta obras totalmente analógicas, em desenho e aquarela, entre outras. “Essas obras foram criadas em 2020 quando, em razão da pandemia, tive que trabalhar em casa e esse lugar virou o meu local de trabalho, assim senti a necessidade de fazer o caminho de volta, desligar do computador e voltar para os processos iniciais de criação”, conta.

 

Inicialmente, a exposição seria apenas das obras de ‘Reconstruções’, porém com o adiamento da criação de novos quadros, o artista decidiu unir as duas etapas de seu processo criativo, somando o material criado na coleção ‘Reverso’.

 

Série Reconstruções

 

“Busco construir imagens usando fragmentos de imagens que crio e outras imagens que encontro, que processo, altero e ressignifico em meio digital. Procuro aproximar meu trabalho artístico da minha formação em arte e design, por isso escolhi o processo digital, fotográfico e o vídeo para apresentar minhas obras, sua relação com a máquina, com a ruptura, proximidade gráfica e usar o papel como suporte”, descreve Cordeiro.

 

Série Reverso

 

“Fiz o caminho reverso das obras do período até 2018 e apresento trabalhos pensados e finalizados com técnicas tradicionais como desenho, aquarela e giz pastel. Os temas são principalmente animais e figura humana”.

 

Ronaldo Cordeiro

 

Natural de Goiás, Ronaldo Cordeiro é formado em Artes Visuais - Design Gráfico, pela  Universidade Federal de Goiás, onde tomou conhecimento das técnicas acadêmicas de arte.  Foi professor de Arte em Goiânia selecionando em escolas da rede pública e privada de ensino entre 2002 e 2008, ao mesmo tempo em que atuou como designer gráfico.

 

Reside em Palmas desde 2009 atuando como designer no Tribunal de Contas do Tocantins e também como professor de Web Design para o Pronatec, no IFTO de Paraíso (TO).

Reconstruções/Reverso é a terceira exposição do artista, que estreou na faculdade de Artes Visuais da UFG. No Tocantins, a primeira exposição do artista foi realizada em 2018 na Galeria de Arte do Sesc Palmas

 
Sesc Tocantins divulga editais de ocupação para projetos de artes visuais em 2021

Sesc Tocantins divulga editais de ocupação para projetos de artes visuais em 2021

Da Redação e Ascom

 

Estão abertas as inscrições para a divulgação de projetos em artes visuais na Galeria de Artes do Sesc em Palmas e do projeto Arte ao Cubo. O período de inscrições vai até o dia 28 de fevereiro. Esta é uma grande oportunidade para artistas visuais, profissionais ou amadores, que desejam mostrar os seus talentos este ano. Os editais já estão disponíveis no site do Sesc (https://www.sescto.com.br/edital). Informações e dúvidas pelo telefone (63) 3212-9922.
 
Galeria Sesc de Artes
A Galeria é voltada para exposições de Artes Plásticas, Performances, Instalações e outras experimentações no campo das Artes Visuais, a Galeria Sesc de Artes está situada no prédio do Centro de Atividades do Sesc de Palmas (502 Norte). Possui uma área total de 99,78m2, com espaço climatizado e acompanhamento de monitorias para os visitantes, quando agendado. O período de visitação é de segunda à sexta-feira, das 08h às 21h. A entrada é franca.
 
Recebe inscrições para projetos de exposição individual ou coletiva, com propostas de arte, preferencialmente contemporânea, nas modalidades: artes visuais (design, fotografia, artes plásticas, quadrinhos), arte eletrônica, objetos, instalações e artes populares. O edital é voltado para fotógrafos e artistas plásticos e/ou visuais (amadores e profissionais) residentes no Estado do Tocantins, demais estados da Federação e estrangeiros. Na galeria serão escolhidas sete propostas com prêmios no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais) cada.
 
Sesc Arte ao Cubo
É um projeto de site specific que tem como espaço de exposição a praça externa do Centro de Atividades Sesc Palmas (502 Norte). Compõe-se de 03 cubos, medindo 2,5m cada face. No projeto,  pode ser utilizado o espaço parcial ou total, ou seja, os cubos, os muros e a grama. As visitações acontecem de forma espontânea, podendo haver visitas mediadas para grupos organizados dependendo dos agendamentos. Não existe um horário definido para visitação, já que se situa em uma área pública.
 
Poderão ser inscritos projetos de exposição individual ou coletiva, de arte – preferencialmente contemporânea – nas modalidades de "site specific": intervenção urbana e grafite arte. Site specific trata-se de obras criadas e planejadas de acordo com o ambiente e com um espaço determinado, em que os elementos estéticos dialogam com o meio circundante, para o qual a obra é elaborada. Podem participar fotógrafos e artistas plásticos e/ou visuais (amadores e profissionais) residentes no estado do Tocantins, demais estados da federação e estrangeiros. No projeto Arte ao Cubo serão escolhidas quatro propostas com prêmios no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais) cada.
 
As seleções dos editais serão feitas por duas comissões designadas pela Promotoria Cultural em Artes Plásticas do Sesc Tocantins, constituídas por membros de reconhecimento notório e sob as Diretrizes Culturais do Sesc. A expectativa é que os resultados sejam divulgados até o dia 26 de março.
 
Serviço
Cultura – Sesc no Tocantins
Ação: Inscrições nos Editais 2021 da Galeria Sesc de Artes e do Sesc Arte ao Cubo em Palmas (TO)        
Data: até 28 de fevereiro de 2021
Link dos editais: https://www.sescto.com.br/edital
Inscrição: 04 a 28 de fevereiro
Resultado: expectativa para o dia 26 de março de 2021
Inscrições: gratuitas
Informações: (63) 3212-9922
Espetáculo de teatro abre chamamento público para formação de elenco e colaboradores

Espetáculo de teatro abre chamamento público para formação de elenco e colaboradores

Por Cinthia Abreu

 

Um chamamento público para seleção de formação de Cia e teste de elenco acaba de ser lançado pela Cia do Teatro da Essência para desenvolvimento e produção do espetáculo teatral “Eu & Minha Gina”, com previsão de estreia ainda neste semestre. Haverá remuneração em todas as funções e podem participar artistas e técnicos profissionais e amadores, que residem em Palmas. As inscrições estão abertas até o dia 10 de fevereiro.

 

Há vagas para fotógrafa, atores, saxofonista, tecladista, violinista, editor de vídeo e filmmaker,  oficineiros/professores de teatro, produtor cultural, diretor teatral e  artista plástico. Para participar, é necessário enviar uma carta contando o interesse em participar da Companhia Teatral, disponibilidade de tempo e habilidades (como escrita, redes sociais, instrumentos, dança, canto, maquiagem, costura e etc) e um vídeo de até três minutos de apresentação. O material deverá ser encaminhado ao e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

O espetáculo busca ainda profissionais voluntários para palestras e contribuições nas áreas de ginecologia, psicologia e terapia holística com especialização  em pompoarismo.

 

O espetáculo “Eu & Minha Gina” carrega um cunho didático e pretende ter até 12 apresentações. O regulamento completo e detalhes sobre os perfis de cada função podem ser conferidos nas contas do Instagram @detalhesdacris_ e @teatrodaessencia, e canal no Canal do Youtube Detalhes da Cris.

 

Espetáculo

De acordo com a diretora da Cia de Teatro da Essência, a atriz e professora de teatro Dalila Cristiny, o espetáculo abordará temas do universo feminino, especialmente algumas patologias, como vaginismo, endometriose, dispareunia e tabus sobre a vulva da mulher.  O roteiro da peça foi criado por Dalila em 2018 e agora segue novos rumos e possibilidade de apresentações. “Queremos a pegada de trazer a reflexão sobre temas tabus que envolvem a vulva da mulher e as pressões que costumeiramente a mulher sofre da sociedade, mas faremos tudo com muito bom humor. É uma comédia, com nuances do gênero teatral contemporâneo, queremos que o conteúdo seja divertido, mas também bastante reflexivo”, explica a diretora e atriz, fundadora do projeto do Teatro da Essência.

 

Sobre o chamamento público, a diretora considera que traz lisura ao processo e credibilidade aos interessados em participar, alcançando especialmente pessoas que tenham afinidade com os temas propostos sobre empoderamento feminino. A seleção pelo Edital é considerado um procedimento democrático e de valorização da ação de profissionais de áreas correlatas para a diretora do Espetáculo, que ressalta a transparência do processo e a função de fomentar a cultura local. Temos certeza que o espetáculo vai ser bem feito e que vai dar orgulho de ser conduzido em Palmas e região”, comemora.

 

O projeto é uma realização da empresa Teatro & Consultoria, contemplado no edital da Lei Aldir Blanc, pela Agência de Desenvolvimento Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc). 

 Documentário contará história do teatro produzido em Palmas

Documentário contará história do teatro produzido em Palmas

 

Por Cinthia Abreu

 

 

A história do teatro na capital tocantinense será foco do documentário "Catarse – as três primeiras décadas do teatro palmense", que registrará narrativas desde os primeiros grupos, companhias e coletivos que proporcionaram ao público da capital tocantinense momentos de encontro com a arte teatral. A realização é da Fábrica Produções em coprodução com o Grupo Um Ponto Dois de Teatro. O projeto foi contemplado pelo Prêmio Aldir Blanc, Fundação Cultural de Palmas, Prefeitura Municipal de Palmas, com apoio do Governo Federal - Ministério do Turismo - Secretaria Especial de Cultura e Fundo Nacional de Cultura.

 

A execução do projeto teve início nesta segunda-feira, 08, e contará com pesquisas, entrevistas, gravações e produção ao longo deste semestre para previsão de lançamento no dia 19 de agosto, Dia do Artista de Teatro. Um dos produtores e diretores do projeto, o encenador Justino Vettore (Grupo Um Ponto Dois), explica que o nome Catarse vem do grego “kátharsis”, e está relacionado ao sentimento de “purificação/purgação”, o termo é utilizado em diversos contextos, presente na arte através da encenação, na medicina e na psicanálise. “O universo teatral é este lugar do encontro, da potencialização das emoções e da liberdade criativa. Os artistas de Palmas têm muito para contar sobre o fazer e viver o teatro por aqui nestes anos. Queremos dar voz a estas histórias e eternizá-las”, finaliza Justino. 

 

O proponente do projeto, Pablo Pereira, da Fábrica Produções, divide a direção com Justino, e complementa que a produção é um desejo antigo da produtora, que verificou a existência de poucos registros sobre a temática e relata que, aos poucos, tem se tornando mais difícil reunir material que registre estas memórias teatrais de Palmas. “Infelizmente já perdemos muitos artistas, atores e produtores nos últimos anos. Somaremos esforços com demais artistas e pesquisadores, engajadores do teatro palmense para resgatar imagens, entrevistar pessoas, contar essas histórias e homenagear esses artistas, pois queremos manter vivo o legado deixado por eles no cenário artístico da Capital”, explica.

 

O produtor cultural Gabriel Dias é o consultor histórico do documentário e cresceu nos bastidores dos teatros da capital, onde pode ver seu pai, o encenador Marcelo Souza, dirigir diversas peças no Teatro Livre de Palmas. Hoje Gabriel está se formando em teatro pela Universidade Federal do Tocantins e já publicou artigos sobre o cenário artístico cultural local. “A oportunidade de integrar este projeto e ver ele sair do papel muito me alegra. Presenciei pelas coxias, palcos, camarins e cabines dos teatros muita produção acontecer, sou fruto do teatro produzido em Palmas e ressalvo a importância dessa narrativa para a história da arte produzida na região Norte do País” destacou.

 

Registro histórico

O registro histórico irá fortalecer a arte e cultura da região, narrando especialmente as três primeiras décadas do teatro em Palmas. Neste contexto, serão resgatadas histórias de grupos e Companhias pioneiras como a Chama Viva, Teatro Livre de Palmas e A Barraca Cia de Artes, até os mais recentes como o Grupo Um Ponto Dois de Teatro, Cenaberta, Agulha Cenas, Circo Os Kaco, e outros.

 

Fábrica Produções

A Fábrica Produções foi fundada em 2007 e, desde sua fundação, tem sido produtora de curta metragens, peças publicitárias e mais de 40 documentários institucionais, publicitários e de capacitação. Atuou também em gravação de DVD’s musicais, videoclipes e vídeo aulas. Nos últimos anos tem se destacado com colaborações e produções de curta metragens infanto e infanto-juvenis, entre eles: João e Maria “ Uma aventura no cerrado – O filme” e Circo Social “Os Kaco” – Documentário premiados pelo edital de incentivo à cultura Procine Palmas/FCP/FSA 2015, através da Fundação Cultural de Palmas, com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), da Ancine e do Fundo Municipal de Apoio à Cultura.  Realizou ainda o curta “Menina Bonita de Tranças” – vencedor do Prêmio Festival Você na Tela 2018 e do prêmio de melhor trailer no concurso interativo 46°Festival de Gramado, sendo também selecionado dentro e fora do Brasil: 9° Festival Cine Estudantil do Uruguay (Fenacies), 19° Mostra de cinema infantil de Florianópolis, 13° Festival CHICO de cinema e vídeo do Tocantins e do Trakinagem- Mostra de Cinema e Educação de Belo Horizonte.

 

Grupo Um Ponto Dois de Teatro

Fundada em 2012 dentro de uma escola pública de Palmas-TO, o grupo mantém durante todo este tempo a essência de um espaço de experimentação teatral, fortemente ligada às manifestações de caráter popular, enaltecendo a literatura nacional, lendas, mitos e histórias da região norte do Brasil. Para tanto utilizam diversos elementos do teatro, entre eles os do teatro de animação, reforçando o estímulo a contação de histórias de geração em geração. Em 2016, o grupo foi reconhecido por suas atividades sócio culturais e mapeado como Ponto de Cultura pelo Ministério da Cultura.    O mais recente espetáculo do grupo é As Histórias que Vou te Contar, último espetáculo apresentado no Sesc antes que as portas do teatro se fechassem por conta da pandemia, em março do ano passado.

 

 

Crédito das fotos: Flaviana Ox/ Divulgação

 

 Websérie De Papo com Núbia Dourado estreia nesta quinta -feira  com apoio da Lei Aldir Blanc

Websérie De Papo com Núbia Dourado estreia nesta quinta -feira com apoio da Lei Aldir Blanc

 

Por Dandara Maria Barbosa

 

O Projeto De Papo com Núbia Dourado foi contemplado com recursos da Lei Aldir Blanc, através de editais executados pelas Prefeitura Municipal de Palmas – Fundação Cultural de Palmas, com apoio do Governo Federal – Ministério do Turismo – Secretaria Especial da Cultura, Fundo Nacional de Cultura.

A websérie de entrevistas com 10 episódios de personalidades da cena artística e cultural do Tocantins, De Papo com Núbia Dourado, é um dos 46 selecionados para premiação de Reconhecimento e Fomento à Arte e a Cultura via Lei Aldir Blanc.

                               

A série De Papo com Núbia Dourado foi contemplada na categoria de projetos que são transmitidos pelas plataformas digitais e redes sociais: exibido no Youtube do canal Núbia Dourado, veiculado no portal www.toemfoco.com.br e também nas próprias redes sociais da artista.

 

O edital faz parte da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, promovido pela Fundação Cultural de Palmas (FCP), busca incentivar projetos que fomentem a cadeia produtiva cultural em Palmas, nos eixos: ‘Prêmio de Reconhecimento Artístico e Cultural’ e ‘Prêmio de Fomento à Cadeia Produtiva da Arte e da Cultura’.

 

Segundo a idealizadora e apresentadora do projeto, Núbia Dourado, a série vem com intuito de apresentar conteúdos de assuntos relevantes ao público palmense direcionado  à Cultura, Turismo e Natureza.

 

“Muito importante propagar a nossa cultura tocantinense através da websérie que fomentará entrevistas e/ou notícias de artistas, artesãos locais e pessoas da cena cultural do nosso Tocantins,” conta a criadora.

 

Além disso, ela ressalta que o projeto será um ambiente virtual para os artistas tocantinenses se expressarem, espaço que promoverá a valorização da cultura popular e tradicional do Tocantins.

 

   O 1º Episódio

 

A primeira entrevista será com a chef de cozinha, palestrante, consultora, pesquisadora da culinária afroindígena, Ruth Almeida.

 

A chef de cozinha tem uma história de superação, já foi quebradeira de coco, doméstica, cuidadora de crianças, merendeira em escolas públicas e cozinheira em hotéis. Em 2016, participou do reality show “Cozinheiros em Ação”, do Canal GNT, e garantiu a terceira colocação, ao produzir no programa pratos que valorizavam a culinária brasileira e da roça, definido pelo chef francês e apresentador do programa, Oliveir Anquier, como uma “cozinha de amor”.

 

Foi aí que Ruth Almeida decidiu abrir o seu próprio restaurante, no ano de 2017 – o Raízes Gastronômicas, que valoriza a cozinha regional.

 

De lá pra cá, foi consagrada com diversos prêmios na área de gastronomia, como o título de Melhor Chef de Cozinha do Tocantins, pelo Prêmio Dolmã 2018, considerado o Oscar da gastronomia brasileira.

 

Para ficar por dentro do projeto De Papo com Núbia Dourado, basta acessar o portal eletrônico:www.toemfoco.com.br

 

 

A Cultura Rica do Tocantins

 

O estado do Tocantins conta com uma cultura popular muito rica, com manifestações seculares que refletem  seu processo de formação e um amplo calendário de eventos. Os traços da identidade dos negros escravizados que aportaram no território, por exemplo, estão presentes nas danças e cânticos praticados.

 

E dentre as tradições da região se destacam eventos religiosos como a Folia de Reis, comemoração de origem portuguesa que celebra o nascimento de Jesus Cristo. Todas essas atrações fazem do Tocantins um excelente roteiro  cultural e artístico onde o visitante pode desfrutar das belezas do nosso estado.

 

Sobre o edital:

 

O edital 018/2020,  premiação de Reconhecimento e Fomento à Arte e a Cultura, foi promovido pela Fundação Cultural de Palmas (FCP). Foram premiadas 46 iniciativas artísticas da Capital, por meio de recursos da Lei Aldir Blanc.

 

O edital disponibilizou R$ 630.369,60, via Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, para premiação de projetos que fomentem a cadeia produtiva cultural em Palmas, nos eixos: ‘Prêmio de Reconhecimento Artístico e Cultural’ e ‘Prêmio de Fomento à Cadeia Produtiva da Arte e da Cultura’. O objetivo é diminuir as perdas em decorrência do estado de calamidade pública em razão da pandemia por Covid-19.

Image

To em Foco foi criado com a missão de fomentar a produção e a disseminação de conhecimentos relacionados com a Cultura, Turismo e Natureza, objetivando a troca de informações, a reflexão e o debate, promovendo assim o desenvolvimento social. Protagonizado pela tocantinense Núbia Dourado o portal de notícias, visa promover projetos e ações culturais, valorizando a cultura regional e costumes tradicionais, como música, culinária, danças e romarias.
Nossos contatos:   (63) 991145171  [email protected]

Desenvolvido por Barco Digital

Publish the Menu module to "offcanvas" position. Here you can publish other modules as well.
Learn More.