Image
V Festival de Cinema Estudantil Você na Tela exibe vasta programação até dia 16

V Festival de Cinema Estudantil Você na Tela exibe vasta programação até dia 16

Da Redação e Ascom Prefeitura de Palmas
 
 
Programação para todos os gostos e conteúdo de qualidade marcam evento; e filmes ficarão disponíveis para o público durante 24 horas após colocados no ar

 

Uma vasta programação de curtas-metragens de todas as regiões do País já está disponível no canal do Você na Tela no YouTube. Os filmes fazem parte das mostras do ‘V Festival de Cinema Estudantil Você na Tela’, que exibe também bate-papo com diretores de cinema, atores, professores e outros participantes de edições anteriores do evento. Os filmes ficarão disponíveis para o público durante 24 horas após colocados no ar.

Previsto inicialmente para acontecer de 09 a 11, o ‘Você na Tela’ foi ampliado até o dia 16, para que o público tenha mais tempo de assistir aos filmes e votar em seus preferidos, sendo que na categoria júri popular o melhor filme será escolhido por meio da contagem daquele que receber maior número de curtidas do público.

Com 34 filmes participantes, a organizadora do Festival, Elisângela Dantas, ressalta a contemporaneidade dos temas abordados. “A programação vem recheada de temas urgentes, com mostras competitivas que retratam temáticas sociais relevantes”, disse ela, complementando que, além das mostras competitivas e não competitivas, durante os dias dos festivais serão exibidos lives com bate-papos e filmes da mostra não competitiva, homenagens, atrações artísticas e muitas horas de filmes.

Confira a programação completa

Quinta: 10/12/2020

Bate-papos durante o Festival

18h30: A importância da realização de festivais estudantis.

Convidados: Profº. Marlon Nunes (RS) e Profº Ademir Bandeira (TO).

Mediação: Realizador Esdras Campos

20h - Mostra Competitiva Brasil na Tela

·         Festival de Minuto Liberato, Alunos das turmas e Voluntários de Mídias, Fundação Liberato, (RS);

·         Amor Proibido: Uma História Contestada, Arthur Luiz Peixer, Escola Nucleada Municipal Jacinta Nunes, (SC);

·         Fome, Felipe Fré, 2 Copos Produções, (SP);

·         Dia do manguezal, Alunos do projeto animação, CMEI Jacyntha Simões, (ES).

·         Vento Viajante, Alunos do Projeto Animação Ambiental/ IMA, Escolas Municipais de ICAPUÍ-CE, (CE);

·         Quando Todos os Dias Eram Domingo, Lucas Chagas, (SP);

·         Oásis, O Berço da Esperança, Lisandra Santos, Escola E. Humberto Mendes, (AL);

·         América das Outras, Endêmica Coletiva (SP);

·         Coletânea Curta as Histórias, Weslania, Evangelista de Jesus, Escola Municipal José Luiz Bittencourt, (GO);

·         Star Pigs, Marco Túlio Rodrigues, Projeto Ilha da Imaginação, (GO).;

·         A Cidade Imortal, Marco Túlio Rodrigues, Projeto Ilha da Imaginação, (GO);

·         21h - Mostra Competitiva Universitária

·         Endless Love, Duda Gambogi, Universidade Federal Fluminense, MG.

·         Offline, João Victor e Yanne Darques, Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação da Universidade Federal de Goiás (GO).

Sexta: 11/12/2020

Mostra Competitiva Universitária

·         Quanto Tempo Tem o Tempo, se não Estamos Juntos? Jader Monteiro, Instituto Criar de TV, Cinema e Novas Mídias, (SP);

·         O Último Cinema de Rua, Marçal Vianna, Universidade Veiga de Almeida, (RJ);

·         Endless Love, Duda Gambogi, Universidade Federal Fluminense, (MG);

·         Offline, João Victor e Yanne Darques, Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação da Universidade Federal de Goiás (GO);

·         10 ano, Rayany do Carmo Villas Boas, Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação, (GO);

·         Em Memória, Jacqueline Nascimento, Centro Universitário FMU FIAM FAAM, (SP).

Mostra Competitiva Internacional Você na Tela

·         Serf, Ramon Faria, (EUA);

·         Vida Real, Camila Mezzetti e Ramon Faria, (EUA).

Sábado:12/12/2020

Mostra Competitiva Universitária

·         Endless Love, Duda Gambogi, Universidade Federal Fluminense, MG;

·         Offline, João Victor e Yanne Darques, Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação da Universidade Federal de Goiás (GO).

Mostra Competitiva Brasil na Tela

·         Os Retratos, Amanda J Campos, Juliana Naomi Eda e Vit Duarte, (SP);

·         Ainda Somos os Mesmos, Jonathan Rodrigues, Mostra Brasil na Tela, Escola Municipal Adalgisa Nery, (RJ);

·         Para Todes, Victor Hugo e Samara Garcia, Escola Municipal Adalgisa Nery, (RJ);

·         Meu nome é morador de rua, Manoela Kieling, Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, (RS);

·         A convivência com um alcóolatra, Giovana Zimmer, Fundação Liberato, (RS);

·         Festival de Minuto Liberato, Alunos das turmas e Voluntários de Mídias, Fundação Liberato, (RS);

·         Amor Proibido: Uma História Contestada, Arthur Luiz Peixer, Escola Nucleada Municipal Jacinta Nunes, (SC);

·         Dia do manguezal, Alunos do projeto animação, CMEI Jacyntha Simões, (ES);

·         Vento Viajante, Alunos do Projeto Animação Ambiental/ IMA, Escolas Municipais de ICAPUÍ-CE (CE)

·         Quando Todos os Dias Eram Domingo, Lucas Chagas (SP)

·         Oásis, O Berço da Esperança, Lisandra Santos, Escola Estadual Humberto Mendes, (AL);

·         Fome, Felipe Fré, (SP);

·         América das Outras, Endêmica Coletiva, (SP);

·         Coletânea Curta as Histórias, Weslania, Evangelista de Jesus, Escola Municipal José Luiz Bittencourt, (GO)

·         Star Pigs, Marco Túlio Rodrigues, Projeto Ilha da Imaginação, (GO);

·         A Cidade Imortal, Marco Túlio Rodrigues, Projeto Ilha da Imaginação, (GO).

 

Domingo: 13/12/2020

19h - Mostra Competitiva Jovem Cineasta

·         Isolamento, Júlia Lopes, Jovem Cineasta, (TO);

·         O Outro Lado da Moeda, Arthur Gustavo Borgmann Cozzler, ETI - Padre Josimo Tavares, (TO).

Mostra Competitiva Internacional Você na Tela

·         Serf, Ramon Faria, (EUA);

·         Vida Real, Camila Mezzetti e Ramon Faria, (EUA).

Mostra Competitiva Jovem Realizador

·         O Abraço, Aline Ribeiro Fernandes, Jovem Realizador, ETI - Padre Josimo Tavares (TO);

·         Eu Sou A Arte, Ícaro Railan, Jovem Realizador, Escola Municipal Beatriz Rodrigues da Silva (TO);

·         Mais Amor, Por Favor, Lynda Pietra, Jovem Realizador, Escola Municipal Beatriz Rodrigues da Silva (TO).

Mostra Competitiva Universitária

·         Quanto Tempo Tem o Tempo, se não Estamos Juntos? Jader Monteiro, Instituto Criar de TV, Cinema e Novas Mídias, (SP);

·         O Último Cinema de Rua, Marçal Vianna, Universidade Veiga de Almeida, (RJ).

·         Endless Love, Duda Gambogi, Universidade Federal Fluminense, (MG);

·         Offline, João Victor e Yanne Darques, Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação da Universidade Federal de Goiás, (GO);

·         10 ano, Rayany do Carmo Villas Boas, Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação, (GO);

·         Em Memória, Jacqueline Nascimento, Centro Universitário FMU FIAM FAAM, (SP).

Segunda: 14/12/2020

·         19h: O uso do audiovisual como ferramenta de aprendizado na educação básica

Convidados: Marco Jacob (TO) e Profº Ygor Lioi (RJ).

Mediação: Túlio de Melo

Mostra Competitiva Universitária

·         Querida! Geovane Camargo Federal do Maranhão - UFMA /MA.

·         Câmera, Tá Ok? Nathalia Oliveira, FIAM FAAM Centro Universitário (SP).

·         O Som dos Metais, Mariana de Melo, Universidade Federal Fluminense – UFF (MG);

·         Não é mesmo, Flavinha? Lara Carvalho, Universidade Estadual de Goiás (GO);

·         Rosana Pereira, Mateus Armas, Universidade Federal de Pelotas – UFPEL (RS).

Terça: 15/12/2020

·         19h: A produção palmense e os novos cineastas

Convidados: curador André Araújo, Júlia e Ana Alice, Yanka Ribeiro, Raissa Quirino e Ana Laura Sena.

Mediação: Proº Gustavo Henrique Lima Ferreira.

Mostra Competitiva Internacional Você na Tela

·         Serf, Ramon Faria, (EUA);

·         Vida Real, Camila Mezzetti e Ramon Faria, (EUA).

Mostra Competitiva Brasil na Tela

·         Os Retratos, Amanda J Campos, Juliana Naomi Eda e Vit Duarte, (SP).

·         Ainda Somos os Mesmos, Jonathan Rodrigues, Mostra Brasil na Tela, Escola Municipal Adalgisa Nery, (RJ);

·         Para Todes, Victor Hugo e Samara Garcia, Escola Municipal Adalgisa Nery, (RJ);

·         Meu nome é morador de rua, Manoela Kieling, Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, (RS);

·         A convivência com um alcóolatra, Giovana Zimmer, Fundação Liberato, (RS);

·         Festival de Minuto Liberato, Alunos das turmas e Voluntários de Mídias, Fundação Liberato, (RS);

·         Amor Proibido: Uma História Contestada, Arthur Luiz Peixer, Escola Nucleada Municipal Jacinta Nunes, (SC);

·         Dia do manguezal, Alunos do projeto animação, CMEI Jacyntha Simões, (ES);

·         Vento Viajante, Alunos do Projeto Animação Ambiental/ IMA, Escolas Municipais de ICAPUÍ-CE (CE);

·         Quando Todos os Dias Eram Domingo, Lucas Chagas (SP);

·         Oásis, O Berço da Esperança, Lisandra Santos, Escola Estadual Humberto Mendes, (AL);

·         Fome, Felipe Fré, (SP);

·         América das Outras, Endêmica Coletiva, (SP);

·         Coletânea Curta as Histórias, Weslania, Evangelista de Jesus, Escola Municipal José Luiz Bittencourt (GO);

·         Star Pigs, Marco Túlio Rodrigues, Projeto Ilha da Imaginação (GO);

·         A Cidade Imortal, Marco Túlio Rodrigues, Projeto Ilha da Imaginação, (GO).

Moraes Moreira recebe homenagem do Coral Municipal de Palmas

Moraes Moreira recebe homenagem do Coral Municipal de Palmas

Da  Redação e Ascom Prefeitura de Palmas

 
 
O vídeo foi gravado nos encontros e ensaios virtuais realizados nesse período de pandemia do novo coronavírus (Covid-19)
 
 

Mesmo sem as apresentações em público, o Coral Municipal de Palmas (CMP) não parou em 2020 e lança seu quarto vídeo gravado, por meio da plataforma zoom. Desta vez o Coral, sob a regência da maestrina Renate Stephane, escolheu a música ‘Pombo Correio’ em homenagem ao mestre da Música Popular Brasileira (MPB), Moraes Moreira, falecido em março de 2020. O vídeo estará disponível no canal do Coral no YouTube, nesta terça-feira, 08, às 19 horas.

O vídeo, o quarto realizado pelo Coral Municipal de Palmas, foi gravado nos encontros e ensaios virtuais realizados nesse período de pandemia da Covid-19.  A primeira produção do CMP, nesse novo formato, foi da música ‘Meu Tocantins’, do cantor Lucimar. Também gravada uma versão especial da música ‘The Show Must Go On’ do Queen’, apresentada no Congresso Internacional de Regentes de Coros. Outra apresentação online foi de ‘Cinema Paradiso’, em homenagem ao cineasta Enio Morricone.

Ficha Técnica

Regência: Arranjo e Direção Musical: Maestrina Renate Stephanes

Preparadora Vocal: Helena Zica;

Percussão: Pedro Enus;

Guitarra: Pedro Sheid;

Mixagem e Masterização: Marcos Aba;

Mixagem e Edição de Vídeo: Felipe Stephanes Gondim

Sopranos:

Anne Oliveira, Graça Lima, Helena Zica, Iranini Ramos, Leila Pessoa, Orfila Leite, Renate Stephanes Soboll, Rosicler Ribeiro, Sarah Gregório Ercolin e Weliane Monteiro.

Contraltos

Ana Cláudia, Catarina Lopes, Cristina Perico, Denise Soboll e Deusa Kannaã, Domi Lucena, Juliana Maia, Mônica Dumoulin, Nárriman Carvalh, Simone Soboll, Simoni Costa e Tárcio Warlen.

Tenores

Fernando Peres; Márcio Braga; Rodolfo Ávila.

Baixos

George Nobilis, José Pedro e Pedro Scheid

Alunos de Artes da Fundação Cultural e Projeto Artefato recebem premiação do Rally dos Sertões

Alunos de Artes da Fundação Cultural e Projeto Artefato recebem premiação do Rally dos Sertões

 

Da Redação e Ascom Fundação Cultural

 

 

O concurso Rally da Solidariedade foi realizado junto aos alunos da FCP e projeto Artefato durante o mês de novembro

 

Transformar em palavras e desenhos as ações realizadas pelo projeto Rally da Solidariedade, realizado pelo Rally dos Sertões nas comunidades onde passa. Foi esse o desafio de alunos dos cursos de Artes Visuais da Fundação Cultural de Palmas (FCP) e do projeto Artefato, que participaram de concurso de redação e desenho promovido pelo Rally em parceria com a FCP. A premiação para o primeiro e segundo lugarres de cada categoria aconteceu na tarde desta quinta-feira, 10.

‘Motores que salvam’ foi o título escolhido pela aluna do projeto Artefato, Crisleanne Adassa Lisbôa Sousa, 10 anos, para contar como a equipe do Rally desenvolve ações sociais durante o seu trajeto. “Eu achei muito bom isso do Rally cuidar das pessoas por onde passa, e fiquei muito feliz com meu prêmio”, disse ao comemorar ter recebido um notebook, pelo primeiro lugar na categoria redação do concurso. Crisleanne concorreu com outras 20 crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos.

Ganhador de uma SmartTV 32” pelo segundo lugar na redação, o também aluno do Artefato, Renald Nepomuceno Nogueira, 13 anos, disse que se ateve a pesquisa sobre o Rally para desenvolver seu texto. “Eu pesquisei bastante e agora tenho uma TV que vai para a nossa sala”, comemorou.

Já na categoria desenho a criatividade para ilustrar o Rally deu asas à imaginação da Maria Lis Cavalcante de Oliveira, 11 anos, e do Alexandre Alves Cordeiro, 10 anos, vencedores do primeiro e segundo lugar respectivamente. “Eu fiz pesquisas sobre o Rally para me inspirar e decidi desenhar os pilotos, mas vi que a maioria são homens, então resolvi desenhar uma mulher para dar um toque feminino”, contou a Maria Lis, que levou um notebook para a casa. “Achei que iria ganhar lápis de cor e canetinhas e o prêmio foi um computador, estou muito feliz, pois adoro desenhar no computador”, concluiu.

Uma estrada ensolarada do Tocantins sendo percorrida por carro 4x4 carregado de amor, foi assim que o Alexandre Alves, ganhador do segundo lugar no desenho, ilustrou o Rally da Solidariedade.  “Na hora que eu fui fazer o desenho eu pensei nas doações que eles fazem para as pessoas que precisam, agora estou muito feliz, pois o prêmio é uma TV!”, comentou ele.

 O concurso Rally da Solidariedade foi realizado junto aos alunos da FCP e projeto Artefato durante o mês de novembro, sendo que os estudantes receberam orientações dos professores. Mesmo sem aulas presenciais em razão da pandemia por Covid-19, os alunos de artes da FCP continuam tendo aulas , por meio de plataforma online.

 As ilustrações e as redações realizadas para o concurso farão parte de um livro que será publicado pelo projeto Rally da Solidariedade.

 Biblioteca

 O Rally da Solidariedade também destinou um prêmio à FCP, o kit formado por notebook e televisão será destinado à Biblioteca Municipal da Casa de Cultura Professora Maria dos Reis, em Taquaruçu.

 -- 

Adetuc leva orientações sobre novos editais da Lei Aldir Blanc a sete municípios

Adetuc leva orientações sobre novos editais da Lei Aldir Blanc a sete municípios

 

Da Redação e Ascom Adetuc

 

Até quarta, 9, a equipe da Adetuc visitará Paraíso, Araguacema, Guaraí, Colinas, Araguaína, Tocantinópolis e Xambioá.

 

 

 

O Governo do Estado do Tocantins, por meio da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), promove uma ação de visitação a sete municípios para orientação e esclarecimento das dúvidas aos trabalhadores da cultura que desejam inscrever projetos em um dos 12 editais emergenciais com recursos da Lei Aldir Blanc.

A caravana teve início nesta segunda, 7, em Paraíso, onde os atendimentos ocorreram no Teatro Municipal Cora Coralina. A partir das 15 horas, a equipe estará em Araguacema.

Na terça, 8, a ação será levada a Guaraí, às 8 horas; a Colinas, a partir das 11 horas, e Araguaína, às 15 horas.

Os artistas do Bico do Papagaio receberão as orientações na quarta, 9, em Xambioá, a partir das 8 horas, e Tocantinópolis, às 13 horas.

Os editais emergenciais são divididos por segmento artístico: Artesanato, Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Comunidade Afro Brasileira e Quilombola, Dança, Literatura, Mestre e Mestras, Música, Patrimônio Cultural Material e Imaterial, Povos Indígenas e Teatro. Cada proponente pode inscrever até dois projetos.

O proponente deve acessar a plataforma mapa.cultura.to.gov.br, criar sua conta (se ainda não tiver) e clicar na aba Oportunidades para preencher o Formulário de Inscrição do Projeto, baixar, preencher e anexar as Declarações e enviar os documentos até 9 de dezembro. As listas de documentos e declarações obrigatórias estão relacionadas nos editais. Os editais também estão disponíveis na página da Adetuc (adetuc.to.gov.br, aba Desenvolvimento da Cultura, em Lei Aldir Blanc).

Podem participar dos editais pessoas físicas maiores de 18 anos e pessoas jurídicas, de natureza cultural, com ou sem fins lucrativos, com comprovada atuação no Estado há mais de 2 anos. As propostas são válidas para festivais, feiras, festas, encontros, livros, registro de músicas tradicionais, oficinas, cursos, transmissão de saberes e afins, assim como aquisição de bens, matérias-primas e insumos que visem atender aos projetos.

 

FCP homologa resultado de análise documental do edital para premiação de projetos artísticos via recursos da Lei Aldir Blanc

FCP homologa resultado de análise documental do edital para premiação de projetos artísticos via recursos da Lei Aldir Blanc

 

Através do certame, 47 iniciativas artísticas e culturais receberão premiações para manter suas atividades

 

A Fundação Cultural de Palmas (FCP) homologou, após recursos, o resultado final da análise documental do edital 018/20 para premiação de projetos artísticos via recursos da Lei Aldir Blanc. O resultado foi divulgado no Diário Oficial de Palmas Nº 2633  desta quinta-feira, 10. 

Com recursos na ordem de R$ 630.369,60, via Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, a FCP premiará projetos que fomentem a cadeia produtiva cultural em Palmas. Através do certame, 47 iniciativas artísticas e culturais receberão premiações para manter suas atividades, nos eixos: Prêmio de Reconhecimento Artístico e Cultural, e Prêmio de Fomento à Cadeia Produtiva da Arte e da Cultura. O objetivo é diminuir as perdas em decorrência do estado de calamidade pública em razão da pandemia por Covid-19. 

No eixo Prêmio de Reconhecimento Artístico e Cultural serão premiadas 15 iniciativas de projetos culturais de notoriedade e reconhecimento artístico-cultural e no eixo Prêmio de Fomento à Cadeia Produtiva da Arte e da Cultura, 32 projetos com conteúdo artístico e cultural diversos, que possam ser transmitidos preferencialmente pela internet, por meio de redes sociais, ou outras plataformas digitais, e de forma presencial obedecendo os protocolos de proteção e prevenção ao novo coronavírus. 

Após o resultado da análise documental, a FCP realiza a análise das propostas de trabalho. A previsão é de que até 30 de dezembro seja divulgado o resultado final. 
 
Apresentações culturais do Festival de Artes das Escolas transmitidas pela televisão e internet são encerradas

Apresentações culturais do Festival de Artes das Escolas transmitidas pela televisão e internet são encerradas

 

Da Redação  e Ascom Semed

 

 

 

Durante todo o dia, o público de casa pôde prestigiar mais de 60 apresentações de artes executadas pelos alunos da rede municipal e das escolas particulares da Capital

 

 

As crianças e adolescentes da rede municipal de ensino e de escolas particulares de Palmas deram um show de arte e cultura e mostraram, mais uma vez, seus talentos durante a 12ª edição Festival de Artes das Escolas de Palmas (Faes 2020), realizado neste sábado, 05, na Escola de Tempo Integral (ETI) Almirante Tamandaré. 

Com o tema ‘Arte e Vida: Novos Tempos’, o evento, que este ano, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), foi realizado em um novo formato, sem a presença de público, transmitido pelo Canal aberto de TV 5.2 e pelo Facebook @cidade.palmas levou para dentro das casas mais de 60 apresentações culturais das mais diversas linguagens artísticas como: a dança, a música e a poesia.

Segunda atração do dia, Melry Esthefane Coutinho, aluna da ETI Vinícius de Moraes arrasou no palco com um solo de dança moderna contemporânea da música 'Don’t Start Now' de Dua Lipa. No entanto, antes de entrar no palco Melry disse que estava achando estranho se apresentar sem a presença da família e do público. “Acho estranho porque todas as vezes que me apresentei em eventos, minha família pôde estar presente, me apoiando e aplaudindo e dessa vez eles tiveram que ficar em casa, mas eu já mandei o link para assistirem e espero que dê certo e que tudo volte logo ao normal”, disse.

Para a professora da ETI Caroline Campelo, Michele Soares, responsável por coreografar a música 'História de Uma Gata' das pequenas Esthefane Guimarães, Maria Emanuela e Damires Rocha, apesar da falta de socialização das pequenas com as outras crianças e de não terem os familiares por perto aplaudindo, tudo aconteceu da melhor forma. “Esse ano foi um pouco mais complicado para elas ensaiarem a coreografia, cada uma de sua casa, mas o importante é que no final tudo deu certo, elas brilharam no palco e tenho certeza que agradou o público que assistiu”, celebrou.

A secretária da Educação, Cleizenir dos Santos, disse estar feliz em realizar o festival e emocionada com as apresentações. “Esse ano foi tão brilhante quanto os outros, as apresentações estão lindas, nossos alunos deram um show”, enfatizou a secretária.

Segundo a secretária, esse novo formato do Faes trouxe mais vantagem porque em virtude do alcance da TV e da internet, conseguiu atingir um número maior de público. “O bom seria se pudéssemos ter o público aqui presente para aplaudir de perto nossos talentos, mas infelizmente essa situação de pandemia não nos permite, mas tenho certeza que as vibrações positivas e os aplausos de todos que estão assistindo de casa estão chegando até aqui”, afirmou acrescentando que essa edição especial do festival serviu também para renovar a esperança dos alunos e da educação como um todo, porque mostrou que mesmo com a pandemia, somos capazes de nos reinventar e seguir em frente.

Digital: Cantora Núbia Dourado participa da coletânea 'Feminino Tom' de gravadora carioca

Digital: Cantora Núbia Dourado participa da coletânea 'Feminino Tom' de gravadora carioca

Por Luciana Macedo

 

O albúm 'Feminino Tom', lançado nesse mês de novembro pela Guitarra Brasileira, uma gravadora carioca de Renato Piau está em todas as plataformas digitais, como o aplicativo Spotify. A coletânea traz a participação da cantora tocantinense Núbia Dourado com as faixas; 'Fadas', de Luiz Melodia e 'Estória Infantil', de Renato Piau e Arnaud Rodrigues.

A artista Núbia Dourado, define a construção da coletânea como muito diferenciada, porque reúne diversos trabalhos artísticos e vozes.

"O público gosta de ouvir vários tons de vozes pelo spotify, acompanho vários álbuns nesse perfil. E nessa semana recebi uma notícia do Renato Piau que me deixou muito feliz. Ele me revelou que duas músicas que regravei para o meu albúm 'Finos, Versos e Canções', estarão no seu 'Feminino Tom'. Porém, fiquei mais feliz ainda quando ele me recordou que o Luiz Melodia havia gostado da minha regravação da canção Fadas. Inclusive, tenho recebido algumas marcações no instagram de pessoas de outros estados que estão ouvindo essa faixa no Spotify. Acho isso bem legal, pois, se me marcam é porque me pesquisaram", comemorou Núbia Dourado.

A cantora conheceu o músico Renato Piau, através do saudoso artista, Arnaud Rodrigues, e desde então, os dois se tornaram amigos.
E revelou ainda que gostou da música estória infantil de Arnaud Rodrigues, desde o primeiro dia que a ouviu:
"Quando o Arnaud, me mostrou essa música pela primeira vez, eu disse a ele que um dia a gravaria. Tive então a oportunidade de gravá-la, mesmo ele não estando mais aqui entre nós. Mas sei que isso o deixou feliz", explicou.

Renato Piau, é um dos fundadores do Bloco do Sampaio, entidade carnavalesca em homenagem ao cantor e compositor Sérgio Sampaio. Como violonista elétrico e acústico, Piau acompanhou músicos da MPB como Raul Seixas, Sérgio Sampaio, Luiz Gonzaga, Fagner, Zé Ramalho, Cássia Eller e Baiano e os Novos Caetanos (parceria com Chico Anísio e Arnaud Rodrigues). Nos anos 80, Piau passou a trabalhar com Luiz Melodia, também seu parceiro em sucessos como “Cara a Cara”, “Morena da Novela” e “Este Filme Eu Já Vi”. Tim Maia gravou o seu “Pais e Filhos” com muito êxito, sendo que Piau também trabalhou na banda Vitória Régia.
Em 2017 seu songbook "Renato Piau - Guitarra Brasileira" foi atualizado e reeditado pela editora paulistana Keyboard Editora Musical Ltda. No ano de 2020 foi lançada a biografia "Meu nome é ébano - A vida e a obra de Luiz Melodia", escrita pelo jornalista Toninho Vaz, volume no qual foi um dos principais colaboradores do autor. Renato foi guitarrista de grandes artistas da música popular brasileira, como Tim Maia e Luiz Melodia.

No álbum Só Vozes Femininas, entre elas Angela Ro Ro, Zezé Motta, Flávia Bittencourt, Elza Maria, Cláudia Amorim.

O público pode acessar pelo Spotify, fazer downloads.
Link abaixo:

 

 

 

https://open.spotify.com/album/5HClvBBBrI1EIxQQWnAPuX?si=Rh_0MO-kRiOUT-AZm9yL6w

Atenção artistas: Governo publica 12 novos editais com recursos da Lei Aldir Blanc

Atenção artistas: Governo publica 12 novos editais com recursos da Lei Aldir Blanc

 

Da redação e Ascom Adetuc

 

Para garantir os pagamentos ainda em 2020, as inscrições serão aceitas até 9 de dezembro.

  

O Governo do Estado do Tocantins, por meio da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), publica no Diário Oficial desta sexta, 4, novos editais emergenciais destinados ao setor cultural. Serão beneficiados 12 segmentos: Artesanato, Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Comunidade Afro Brasileira e Quilombola, Dança, Literatura, Mestre e Mestras, Música, Patrimônio Cultural Material e Imaterial, Povos Indígenas e Teatro.

Os editais já estão disponíveis no site da Adetuc, na página da Lei Aldir Blanc, ou diretamente no Mapa Cultural (mapa.cultura.to.gov.br).

O proponente deve acessar a plataforma mapa.cultura.to.gov.br, criar sua conta (se ainda não tiver) e clicar na aba Oportunidades para preencher o Formulário de Inscrição do Projeto, baixar, preencher e anexar as Declarações e enviar os documentos até 9 de dezembro. As listas de documentos e declarações obrigatórias estão relacionadas nos editais.

“Estamos correndo contra o tempo, para executar todo o valor destinado ao Tocantins pelo Governo Federal até 31 de dezembro”, ressalta a vice-presidente da Adetuc, Mounira Hawat, enfatizando que os segmentos artísticos foram ouvidos por meio das câmaras setoriais representadas no Conselho de Política Cultural (CPC-TO). Além disso, a gestora pontuou ainda que "todos os editais foram analisados e aprovados pelo Conselho".

“Temos trabalhado com transparência, uma equipe técnica capacitada e o apoio jurídico da Procuradoria Geral do Estado, para garantir a correta execução dos recursos”, reitera o presidente da Adetuc e secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Tom Lyra, lembrando a preocupação do governador Mauro Carlesse em atender o maior número de artistas.

Podem participar dos editais pessoas físicas maiores de 18 anos e pessoas jurídicas, de natureza cultural, com ou sem fins lucrativos. As propostas são válidas para festivais, feiras, festas, encontros, livros, registro de músicas tradicionais, oficinas, cursos, transmissão de saberes e afins, assim como aquisição de bens, matérias-primas e insumos que visem atender aos projetos.

 

 

 

 

 

Editais já estão disponíveis no site da Adetuc

 

Ascom Adetuc/Governo do Tocantins

A Quavi Biomercado realizará  evento de incentivo a literatura e a arte na capital

A Quavi Biomercado realizará evento de incentivo a literatura e a arte na capital

Da Redação e Ascom Quavi

 

Evento terá o lançamento do livro: A Dança das Marés de Adriana Magna.

 

Cuidar do corpo, da mente e da alma faz parte da qualidade de vida que a Quavi Biomercado deseja oferecer, com esse intuito será realizado na próxima quinta-feira, 10 de dezembro o evento “Poemize-se, a arte alimenta a alma” com uma programação voltada para o incentivo à literatura e a arte.

No evento haverá o lançamento do livro A Dança das Marés da escritora Adriana Magna pela editora Cultura. O livro conta com 23 poemas artesanais inspirados em pessoas do seu redor e que expressam o olhar para o mundo da escritora. Cada poesia foi ilustrada com desenhos autorais do artista Adriano Alves e no final do livro, há um espaço para o leitor deixar a mente e o coração livres para escrever.

A programação do Poemize-se será das 8 ás 20 horas com apresentação dos artistas musicais MauMau Sax, Malusa, Marcos Ruas, Onássis e encerramento com Genésio Tocantins. Haverá também recitação de poesias com Adriana Magna e Alysson Silva, apresentação de balé com Maicon Cardoso, dança com Josely Rocha, um momento de conversa sobre “Literatura como espaço de liberdade e criatividade” com o psicólogo Sonielson Sousa e um bate papo com Adriana Magna e Adriano Alves com o tema “Escrever e Ilustrar: a arte no toque das mãos”.

Durante toda a programação haverá degustações, a exposição Risco Vinil BR de Adriano Alves e o público também poderá expressar sua arte deixando sua poesia ou desenho no Cordel de Poesias e recitando no Palco Aberto que será conduzido pela atriz Bell Gama.

A realização do evento conta com todas as medidas sanitárias para segurança de artistas e convidados em virtude da pandemia da Covid -19.

Confira a programação completa:

8h ️ Abertura com Adriana Magna

9h  Música com MauMau Sax

10h  Poesia com Adriana Magna

10h30 🩰 Balé com Maicon Cardoso

11h ️ Palco Aberto com direção de Bell Gama

13h  Música com Malusa

14h  Dança com Josely Rocha

15h  Música com Marcos Ruas

16h  Conversa com Sonielson: ‘‘Literatura como espaço de liberdade e criatividade’’

17h  Música com Onassis

18h  Poesia com Adriana Magna

18h30  Bate Papo Adriana e Adriano: "Escrever e Ilustrar: a arte no toque das mãos"

19h - 20h  Música com Genésio Tocantins e Lançamento Oficial ‘‘A Dança Das Marés’’

 

Biografia – Adriana Magna

Adriana Magna da Silva Ramalho, natural de Arapiraca- Alagoas, nascida em 24 de setembro de 1972. Escolheu a cidade de Palmas – TO para morar desde 1997.

Assistente Social, servidora pública da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente. Palestrante, treinadora na área de Oratória, com mais de 22 anos de experiência com grupos e atendimento individual. Consultora organizacional, coach, mentora e analista comportamental em instituições públicas e privadas onde atua com cursos diversos voltados ao Desenvolvimento de Pessoas. 

Prefeitura de Palmas promove edição especial do Festival de Artes das Escolas neste sábado, 05

Prefeitura de Palmas promove edição especial do Festival de Artes das Escolas neste sábado, 05

Prefeitura de Palmas promove edição especial do Festival de Artes das Escolas neste sábado, 05 

 

Da Redação e Ascom Prefeitura de Plamas

 
 

Serão 60 espetáculos transmitidos ao vivo pela TV e via Facebook

 

Um espetáculo televisionado, ao alcance de todos. Assim será a edição 2020 do Festival de Artes das Escolas de Palmas que acontece nesse sábado, 05, transmitido ao vivo simultaneamente pelo canal de TV aberto 5.2 e pela internet via Facebook @cidade.palmas.

A 12ª edição do Faes abordará a temática: ‘Arte e Vida: Novos Tempos’ e será realizada em um novo formato, sem a presença de público, seguindo todas as medidas de segurança e protocolos de saúde quanto à prevenção do novo coronavírus (Covid-19).

Durante todo o dia, alunos da rede municipal e de escolas privadas se revezarão no palco da ETI Almirante Tamandaré para apresentar seus talentos nas áreas de música, dança e poesia. Ao todo, 22 unidades educacionais participam do festival, levando ao público muita alegria em 60 apresentações culturais, que serão separadas por faixa etária, compreendendo as categorias: infantil, infanto-juvenil, juvenil e adulto.

Nesta edição, excepcionalmente, não haverá competição entre as modalidades, porém, todos os participantes receberão medalhas e a unidade educacional um certificado de participação no evento.


O Faes


Mesmo com as aulas da Rede Municipal de Ensino acontecendo de forma remota, devido à pandemia, a Prefeitura de Palmas decidiu promover uma edição especial do Faes, cumprindo assim o que determina a Lei nº 2.478/2019 que incluiu o evento no Calendário Oficial do Município e tem como objetivo valorizar a arte e a cultura regional, para o aperfeiçoamento do aprendizado e a melhoria da qualidade da educação.

Image

To em Foco foi criado com a missão de fomentar a produção e a disseminação de conhecimentos relacionados com a Cultura, Turismo e Natureza, objetivando a troca de informações, a reflexão e o debate, promovendo assim o desenvolvimento social. Protagonizado pela tocantinense Núbia Dourado o portal de notícias, visa promover projetos e ações culturais, valorizando a cultura regional e costumes tradicionais, como música, culinária, danças e romarias.
Nossos contatos:   (63) 991145171  [email protected]

Desenvolvido por Barco Digital

Publish the Menu module to "offcanvas" position. Here you can publish other modules as well.
Learn More.