Projeto de Turismo de Base Comunitária desenvolve oficinas gastronômicas no Jalapão e valoriza culinária local

Projeto de Turismo de Base Comunitária desenvolve oficinas gastronômicas no Jalapão e valoriza culinária local

 

 Da Redação e Ascom Adetuc

 

 

Sinopse: Com promoção de Oficinas de Gastronomias mostram a empresários de comunidades quilombolas do Jalapão a valorizar itens da culinária local. Ação será realizada em três municípios. 

 

O Turismo de Base Comunitária  (TBC) tem sido uma estratégia de valorização da gastronomia local e fortalecimento do elo entre o turismo cultural e o interesse de visitantes que buscam experiências de imersão. Para incentivar essa conexão entre culinária e exploração turística, o Governo do Estado do Tocantins, por meio da Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), iniciou no dia 28 de fevereiro mais uma etapa do projeto de Turismo de Base Comunitária, que será desenvolvido em comunidades quilombolas do Estado até o próximo dia 10 de março. 

 

Atendendo ao diagnóstico realizado na comunidade do Rio Novo, município de Mateiros,  a Oficina de Gastronomia ministrada pela ex quebradeira de coco e chefe de cozinha premiada nacionalmente Ruth Almeida tem como objetivo fortalecer a gastronomia regional, por meio da elaboração de pratos com insumos locais, além de integrar ao conhecimento dos empresários locais noções de manipulação de alimentos, segurança alimentar, apresentação dos pratos e elaboração de  ficha técnica. Os empreendedores locais também participaram de oficinas de drinks e educação financeira. 

 

Para o presidente da Adetuc Jairo Mariano a continuidade das ações de incentivo ao turismo, com foco nas comunidades tradicionais, permite que a cultura local seja disseminada por meio da gastronomia. “A valorização da culinária da região faz com que os nossos visitantes estejam cada vez mais imersos na nossa cultura durante uma viagem.  Queremos, por meio do Governo do Estado, juntamente com o governador Mauro Carlesse, fazer com que gastronomia típica se torne um dos nossos serviços de identificação e representatividade e, desta forma, relacione o turismo com a história e tradições do nosso povo”, revelou o presidente ao abordar sobre a conservação das cozinhas regionais. 

 

A ação é acompanhada pela Gerente de Produtos Turísticos da Adetuc, Kleiryanne Aguiar, e faz parte da terceira etapa do projeto de turismo de Base Comunitária, que compõe uma das atividades do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável do Tocantins (PDRIS), realizado com recursos do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird).

 

Com a primeira experiência vivenciada na comunidade de Rio Novo, a chefe de cozinha Ruth Almeida afirma que o projeto trará benefícios para a valorização das tradições e cultura da região. "Fiquei muito feliz em ver os donos de restaurantes com anseio de aprender mais e de colocar esse aprendizado em prática. É muito importante levar esse tipo de projeto para dentro da comunidade, pois traz uma valorização da gastronomia e da cultura local”, declarou a chefe de cozinha contratada pelo consórcio Nippon Koei Ruschmann para ofertar as oficinas. 

 

 

Novas Oficinas 

 

Ainda estão previstas para serem realizadas nas comunidades oficinas de artesanato, oficinas de formatação de produtos e o Famtour com operadores nacionais. As oficinas serão realizadas nas comunidades quilombolas Barra da Aroreira (Santa Tereza do Tocantins), Mumbuca (Mateiros) e Prata (São Félix).


Imprimir